Tipos de liderança: conheça os principais e saiba como utilizá-los

Início » Psicologia Organizacional » Tipos de liderança: conheça os principais e saiba como utilizá-los

Fato é que todas as empresas precisam de lideranças engajadas e dispostas, pois são elas que materializam as estratégias das empresas através da gestão das equipes e do planejamento. São diversos os tipos de liderança, cada qual com suas características e peculiaridades. Frente a isto, você pode estar se perguntando, quantos tipos de liderança existem? Ou, qual tipo de liderança usar? Para sanar essas e outras dúvidas, siga a leitura de nosso artigo!

Quais tipos de liderança existem?

Dentro de uma empresa, os líderes podem ser caracterizados como um importante fator do desempenho da mesma.

Tidos como identificadores e comunicadores de valores coletivos, asseguram recursos para os colaboradores e ouvem a maior parte do tempo, pois são modeladores e defensores de culturas organizacionais voltadas para o desempenho.

Como vantagem competitiva essencial do futuro, o fator liderança terá importância e responsabilidade pelo desenvolvimento de uma visão condizente com a realidade, pela criação de estratégias para implementar essa visão, pela comunicação efusiva da visão no sentido de conquistar adeptos a ela, pela delegação de poder aos colaboradores que estão ao seu redor e, pelo depósito de confiança nos colaboradores para que possam criar e implementar aquela visão.

Mas afinal, quais são os tipos de liderança existentes?

Tipos de liderança: conheça os principais e saiba como utilizá-los

Liderança autocrática

O primeiro dentre os 5 tipos de liderança aqui expostos é a liderança autocrática. Em suma, esse estilo de liderança centraliza todo o poder e autoridade nas mãos de um único líder, é unidimensional.

Esse é o único dos tipos de liderança que as tomadas de decisão são empreendidas sem a consulta ou o consentimento dos colaboradores ou membros da equipe.

As decisões são tomadas, e posterior a isto, comunicadas aos demais. É de praxe que todos acatem as decisões sem questionamentos, ponderações ou sugestões.

Em outras palavras, há a ausência de espaços para a contribuição dos colaboradores.

Isso pode gerar resultados muito negativos, um ambiente de forte pressão, animosidades entre o time, dentre outras coisas.

Liderança liberal ou Laissez-Faire

Oposta à autocrática, a liderança liberal é caracterizada pelo baixo grau de intervenção empregado pela figura central do líder. Outrossim, é um dos tipos de liderança mais populares entre as empresas, visto que carrega consigo muitas inovações.

A liderança liberal é baseada na autonomia dos colaboradores frente às suas respectivas lideranças, imprimindo um caráter muito mais participativo no ambiente de trabalho.

Ainda, a comunicação passa a ser constante, podendo este tipo ser conhecido como liderança participativa.

Apesar de ser muito atrativa, esse estilo de liderança pode ser problemática, pois demanda líderes bem preparados, inteligentes, criativos, compreensivos e atenciosos, além de, é claro, competentes e presentes.

Na liderança liberal, o líder apenas cumpre suas demandas, sem interferência no modo como as atividades são divididas. Aqui, o líder apenas intervirá caso seja solicitado.

Liderança democrática

Nível médio de intervenção do líder, este estilo também é chamado de estilo participativo, pelo fato de o líder compartilhar com os colaboradores sua responsabilidade de liderança, envolvendo-os no processo de tomada de decisão.

Aqui, os times de todos os setores atuam na definição do mapeamento dos trabalhos, em como as divisões acontecem e na tomada de decisões com participação do coletivo.

Portanto, o líder democrático toma suas decisões com o consenso do grupo, incentivando a participação de todos os colaboradores na tomada de decisões.

Delega autoridade para que seus liderados surjam e executem os objetivos traçados, aceitando as decisões do grupo e não esquecendo de usar o feedback.

Isto posto, cria-se um mútuo sentido de responsabilidade e comprometimento pessoal, resultando em um trabalho de qualidade superior, revelando, assim, um alto grau de satisfação dos envolvidos.

Além do mais, as atividades se realizam normalmente, mesmo em detrimento da ausência do líder.

Liderança transformacional

Dentro dos tipos de liderança, é o líder transformacional que possui uma imagem pessoal e profissional do fazer a diferença.

Sempre buscando criar uma organização que seja adaptativa, empreendedora, inovadora, bem-sucedida e assim por diante.

Esses indivíduos são capazes de assumir uma posição, aceitar riscos e se opor ao status numa organização. Intelectualmente, conseguem obter uma perspectiva na qual é possível enfrentar a realidade, ainda que isso seja doloroso. Emocionalmente, são capazes de revelar a verdade a outros que podem não querer ouvi-la.

Basicamente, esses líderes são orientados por valores, possuem a capacidade de lidar com as adversidades, complexidades e incertezas, sempre presentes no mundo corporativo.

Liderança visionária

Aqui, os líderes tomam o controle e permitem que as coisas aconteçam, sonham e depois traduzem esses sonhos para a realidade; atraem o compromisso voluntário dos seus colaboradores, energizando-os, e transformam as empresas em novas entidades, com maior potencial de sobrevivência, crescimento e excelência.

Se os gerentes são conhecidos por suas habilidades de solucionar problemas, os líderes são conhecidos por serem mestres em projetar e construir instituições, eles são os arquitetos do futuro da organização.

E qual o tipo de liderança ideal?

Tipos de liderança: conheça os principais e saiba como utilizá-los

Mais uma vez frisa-se que para o sucesso da liderança, precisa-se de entusiasmo, auto-estima e ideias, fomento da comunicação entre os colaboradores, sendo o líder o centro de uma eficaz tomada de decisão, integrando a contribuição e opinião dos seus colaboradores.

Enfim, não importa o estilo, o líder precisará ter muito carisma, estratégias, como o Golden Circle, por exemplo, e um conjunto de características para conhecer um conjunto de técnicas de gestão de equipes, que são muito mais resultado de trabalho e aperfeiçoamento, do que de uma característica inata.

Que tal evoluir as lideranças na sua empresa?

Pensando nisso, a Keeps desenvolveu o Go Learning: uma Universidade Corporativa gratuita, pensada de T&D para T&D!

Inscreva-se no Go Learning hoje mesmo e faça parte do nosso principal canal de transmissão do conhecimento. Com grandes referências das áreas de T&D e RH e temas focados no desenvolvimento das suas lideranças. Lá você vai encontrar cursos certificados, pílulas de aprendizagem, conteúdos ricos, Webinar com profissionais renomados e muito mais!

Perguntas frequentes sobre tipos de liderança:

Quais os principais tipos de liderança?

Liderança autocrática: esse estilo de liderança centraliza todo o poder e autoridade nas mãos de um único líder, é unidimensional.
 
Liderança liberal ou Laissez-Faire: a liderança liberal é baseada na autonomia dos colaboradores frente às suas respectivas lideranças, imprimindo um caráter muito mais participativo no ambiente de trabalho.
 
Liderança democrática: os times de todos os setores atuam na definição do mapeamento dos trabalhos, em como as divisões acontecem e também na tomada de decisões com participação do coletivo.
 
Liderança transformacional: é o líder transformacional que possui uma imagem pessoal e profissional do fazer a diferença, sempre buscando criar uma organização que seja adaptativa, empreendedora, inovadora, bem-sucedida e assim por diante.
 
Liderança visionária: os líderes atraem o compromisso voluntário dos seus colaboradores, energizando-os, e transformam as empresas em novas entidades, com maior potencial de sobrevivência, crescimento e excelência.

Existe um tipo de liderança que seja considerado o mais adequado?

Não. O principal, em qualquer dos tipos de liderança, é a atuação do líder enquanto pessoa empática e que seja reflexo de boas atitudes e competências que auxiliem na gestão de suas equipes. Tudo isso está relacionado aos hábitos, valores e constante desenvolvimento do indivíduo, e não a algo conceitual.

Gustavo Formighieri
Possui graduação em Ciências da Computação e é especialista em Gestão de Projetos e Marketing Digital pela FGV, hoje atuando como fundador de COO da Keeps, ajudando as empresas a implantar e operacionalizar processos e ferramentas para capacitação dos colaboradores.
Continue sua pesquisa
Pesquisar

Está com alguma dúvida? ENTRE EM CONTATO COM A GENTE!

Relacionados

Converse com nossos especialistas

Descubra como nossa plataforma pode transformar sua equipe e impulsionar o crescimento da sua empresa. Agende agora uma demonstração exclusiva e veja como podemos lhe ajudar: