Entre em contato: +55 (48) 99169-2112

Treinamentos de Segurança do Trabalho para Indústrias: gestão e eficiência na prevenção de acidentes

 Por: |  Publicado em 22/06/2021 |  Atualizado em 22/06/2021 |  Tempo de leitura 12 minutos

Treinamentos de segurança do trabalho são, não apenas obrigatórios, como necessários, para os diversos setores da indústria. Seja na prevenção de acidentes ou na diminuição de riscos ocupacionais. Por isso, esses treinamentos devem ser continuamente implementados ou atualizados, seguindo Normas Reguladoras estabelecidas por lei e que são certificadas e fiscalizadas pelos órgãos competentes.

O cumprimento dessas normas impõe o dever ético e o compromisso legal de todas as empresas, em virtude do cuidado com a saúde e o zelo pela vida dos seus colaboradores.

Logicamente, pode parecer tudo muito básico, pois, de fato, temos que cuidar das pessoas, não é mesmo? Em tempo de pandemia, isso fica ainda mais evidente. Todavia, nos treinamentos de segurança de trabalho, esse cuidado é contínuo e vive em constante processo de reciclagem. O que, por sua vez, gera uma série de desafios para as empresas, tanto do ponto de vista burocrático, quanto operacional.

  • Por que manter as Normas Reguladoras (NRs) atualizadas?
  • Como implementar os treinamentos de segurança do trabalho?
  • De que forma reduzir custos e implementar os treinamentos sem interferir na produção?

Neste post, você verá o que são treinamentos de segurança do trabalho, Normas Reguladoras e quais as principais soluções para os desafios do cumprimento das NRs nas empresas.

Boa leitura!

Treinamentos de Segurança do Trabalho

O que são treinamentos de segurança do trabalho?

Os treinamentos de segurança do trabalho são práticas periódicas e obrigatórias, que visam orientar e capacitar os colaboradores das empresas (ou mesmo fornecedores, prestadores de serviço, etc.), para que venham a ocupar e executar suas rotinas de trabalho com segurança. Entre os pontos centrais, destaca-se a regulamentação e fiscalização desses treinamentos, utilizadas para auxiliar as empresas na ação e prevenção, diante de situações ocupacionais de risco ou perigo.

Todos os treinamentos de segurança do trabalho possuem objetivos e públicos-alvo específicos, a partir dos quais as empresas devem avaliar o melhor formato para implementar estes treinamentos. Seja a partir de modelos presenciais, híbridos ou remotos, a depender das características ou demandas das empresas e dos colaboradores. Com base nas atividades desempenhadas e no que dizem as Normas Reguladoras (NRs).

Normas Reguladoras (NRs)

Como vimos, as Normas Reguladoras são referentes aos treinamentos de segurança do trabalho e servem para estabelecer regras e condições, para trabalhos ou ocupações nas quais exista algum perigo ou risco de acidentes. As NRs, como são chamadas, são elaboradas a partir da Consolidação das Leis de Trabalho (CLT), com o princípio de promover as garantias de proteção à saúde e integridade dos colaboradores.

Existem várias NRs específicas para cada demanda ou ocupação, que assim, são caracterizadas por um número, como vemos nos exemplos a seguir:

NR-06

NR-06 - Equipamentos de Proteção Individual (EPIs)

A NR-06 trata sobre a necessidade do fornecimento e uso adequado de Equipamentos de Proteção Individual, ou EPIs. Esses equipamentos são, em muitos casos, fundamentais para preservar a saúde e proteger os colaboradores em situações ocupacionais de risco, como exposição a agentes tóxicos ou infecciosos, por exemplo.

O uso de EPIs pode ser necessário, de modo geral, em três casos:

  • Quando as medidas mínimas de segurança não oferecem proteção suficiente.
  • Enquanto medidas de proteção coletiva são implementadas.
  • Para atender situações de emergência.

Um dos impactos mais visíveis da pandemia, a necessidade do uso de máscaras, ilustra bem essas situações:

Devido a situação de emergência sanitária, os profissionais da saúde, que já estavam habituados ao uso de máscaras, precisaram reforçar o cuidado individual ao máximo. Ao mesmo tempo, trabalhadores de outras áreas, que não usavam máscaras, também passaram a utilizar. Em ambos os casos, os profissionais precisaram receber ou atualizar os treinamentos de segurança do trabalho, com base na NR-06.

Nesse caso, os treinamentos são atualizados mediante análise dos contextos epidemiológicos e as ações são mantidas enquanto medidas de proteção coletiva são implementadas. Ou seja, enquanto os trabalhadores são vacinados.

NR-12

NR-06: Treinamentos de segurança do trabalho para operação de máquinas.

A NR-12 estabelece requisitos mínimos para a prevenção de acidentes e doenças do trabalho nas fases de projeto e de utilização de máquinas e equipamentos de todos os tipos. E também à sua fabricação, importação, comercialização, exposição e cessão a qualquer título, em atividades de todos os setores.

Segundo dados do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), na Estratégia Nacional para Redução dos Acidentes de 2015/2016, o número de acidentes de trabalho, com ou sem CAT, vêm aumentando nos últimos anos.

O índice, que no final dos anos 80 chegou próximo a 1 milhão de acidentes, reduziu drasticamente nas décadas seguintes, chegando a um pouco mais de 300 mil em 2001. Todavia, a partir de 2004, o número de acidentes de trabalho, com ou sem CAT, voltou a subir e atingiu o nível de aproximadamente 700 mil acidentes em 2013.

NR-23

NR-23 - Treinamentos de segurança do trabalho para prevenção de incêndios.

A NR-23 determina, entre os treinamentos de segurança do trabalho, os critérios técnicos de segurança, na prevenção e combate de incêndios. Segundo esta Norma Regulatória, as empresas precisam adotar as medidas em acordo com as legislações estaduais, além de normas técnicas aplicáveis.

Ainda conforme a NR-23, as empresas devem fornecer a todos os seus colaboradores informações sobre:

  • Utilização dos equipamentos de combate ao incêndio.

  • Procedimentos para evacuação dos locais de trabalho com segurança.

  • Dispositivos de alarme existentes.

NR-35

NR-35 - Trabalho em altura.

A NR-35 determina quais os requisitos mínimos e as medidas de proteção que devem ser adotadas para o trabalho em altura. Incluindo o planejamento, a organização e a execução das ocupações.

Para fins práticos, é considerado trabalho em altura, qualquer atividade realizada em altura superior a dois metros (2,00m), com relação ao nível inferior, onde exista risco de queda.

Quais os treinamentos de segurança do trabalho?

Dentre os modelos de treinamentos de segurança do trabalho, destacamos os principais a seguir:

Integração

Treinamentos de integração são aqueles necessários para capacitar novos colaboradores ou prestadores de serviço nas empresas. Sempre que esses colaboradores ou prestadores de serviço forem executar atividades que envolvam algum risco ou perigo, os treinamentos de segurança do trabalho fazem parte desse processo de integração.

De maneira simples, o objetivo desses treinamentos é facilitar a adaptação e promover o conhecimento sobre o ambiente de trabalho, com todos os procedimentos da empresa, inclusive de segurança.

Conscientização

Os treinamentos de conscientização têm como foco a informação e o convencimento dos colaboradores, sobre a importância de seguir as normas de segurança. A ideia principal é chamar a atenção dos colaboradores para as suas próprias ações, para que de fato sigam os procedimentos de maneira adequada.

Em suma, as pessoas precisam compreender que as medidas presentes nas NRs servem, justamente, para proteção à saúde e integridade delas mesmas.

Análise de riscos

Em treinamentos de segurança do trabalho, a análise de riscos é fundamental para auxiliar na antecipação de possíveis problemas. A base desses treinamentos consiste em apresentar as técnicas de acompanhamento dos riscos, com vistas à prevenção de acidentes.

Prevenção

“É melhor prevenir do que remediar”, correto? Portanto, esses treinamentos servem, exatamente, para criar nas empresas uma cultura de prevenção que faça valer esse ditado. Ou seja, é preciso certificar-se, através dos treinamentos, de que os colaboradores saibam identificar e como proceder, diante de situações que ofereçam riscos.

Quanto mais os colaboradores conhecerem a legislação e compreenderem a importância das ações preventivas, mais seguros estarão. Isso ajuda a diminuir o número de acidentes e prejuízos à saúde ou integridade dos profissionais.

Ergonomia

Os treinamentos de ergonomia possuem o objetivo de reforçar a importância das posturas físicas durante a execução das atividades de trabalho.

Por exemplo, ao operar máquinas, seja em pé ou sentado, é importante adotar uma postura correta e evitar esforços excessivos, a fim de evitar a incidência de Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORTs) ou Lesões por Esforço Repetitivo (LERs).

Como fazer treinamentos de segurança do trabalho?

As empresas precisam planejar e estruturar os seus programas de capacitação, para implementar com êxito os treinamentos de segurança do trabalho. A seguir, destacamos um passo a passo, com as principais ações que as empresas devem tomar.

Domínio das Normas Reguladoras (NRs)

Conhecer as NRs é, inevitavelmente, o primeiro passo da implementação dos treinamentos de segurança do trabalho. Somente assim será possível determinar quais treinamentos serão obrigatórios para cada empresa e também a melhor maneira de executá-los.

Conhecer as atividades desenvolvidas 

O segundo passo, para planejar os treinamentos de segurança do trabalho, é conhecer as atividades desenvolvidas na empresa, para que se saiba também quais são os riscos ocupacionais identificados em cada função. Também é importante ter acesso ao histórico de acidentes ou afastamentos em decorrência de acidentes de trabalho ou em função da ocupação dos colaboradores.

A partir dessas informações, a empresa consegue direcionar ou realizar ações específicas, com base em suas demandas e atividades.

Planejamento dos treinamentos de segurança do trabalho

O planejamento dos treinamentos de segurança do trabalho deve considerar algumas questões importantes:

  • O treinamento será presencial, híbrido ou digital?
  • As ações terão um caráter de integração, conscientização, análise de riscos, prevenção e/ou ergonomia?
  • Quem será o responsável pelo treinamento?
  • Qual será o formato do treinamento?
  • Quais os requisitos para a implementação do treinamento?
  • Como impactar e engajar os colaboradores?

Implementação dos treinamentos de segurança do trabalho

Após o planejamento, as empresas devem encontrar meios de informar, capacitar e engajar os colaboradores, na implementação das Normas Reguladoras abordadas nos treinamentos de segurança do trabalho. Nesta etapa, é importante que as empresas reúnam indicadores que permitam avaliar os resultados dessas ações.

Avaliação dos resultados

Finalmente, a avaliação de treinamento é um importante mecanismo para mensurar os resultados e compreender os fatores que contribuem para o êxito dos treinamentos. Ou ainda, para identificar os desafios a serem superados em novos treinamentos, ou temas que podem ser reforçados em ações complementares.

Benefícios dos treinamentos de segurança do trabalho

Como foi dito logo no início deste artigo, os Treinamentos de segurança do trabalho são, não apenas obrigatórios, como necessários, para os diversos setores da indústria. Dessa forma, além de cumprir com as suas obrigações trabalhistas, as empresas promovem o bem-estar dos colaboradores e acabam também beneficiadas pela implementação das boas práticas de segurança.

Bom clima organizacional

Um grupo de colaboradores qualificados e valorizados costuma demonstrar maior motivação e engajamento com os objetivos trilhados pela empresa. Ganha-se em produtividade, obtém-se melhores resultados e também um bom clima organizacional.

Todavia, em funções que ofereçam algum risco, isso só vai ser possível se houver também a sensação de segurança na execução das atividades. Segurança quanto aos equipamentos utilizados, ao conhecimento técnico e ao compromisso das empresas com a prevenção e promoção da saúde dos colaboradores.

Diminuição do número de acidentes

Diminuir o número de acidentes é, com certeza, o objetivo mais direto e imediato dos treinamentos de segurança do trabalho. Considerando os dados do MTE como um alerta, o aumento significativo dos acidentes de trabalho nos últimos anos reflete a necessidade de um aprimoramento dessas ações, para gerar um impacto positivo na saúde dos colaboradores.

Preservando a integridade das pessoas, diminui-se os acidentes de trabalho e, por consequência, são reduzidos também os afastamentos provocados por esses acidentes. Todos ganham.

De outro modo, se uma empresa não investe na segurança dos colaboradores, o número de acidentes de trabalho aumenta e, por consequência, crescem os afastamentos provocados por esses acidentes. Além disso, as empresas acabam sujeitas a um conjunto de ações trabalhistas por irregularidades e às críticas da opinião pública e sociedade em geral. Todos perdem.

Excelência técnica

A busca por resultados é uma constante do ambiente corporativo. Portanto, para que a empresa cumpra com os seus objetivos, são necessários o engajamento e a dedicação dos colaboradores, mas, sobretudo, capacidade técnica e intelectual para execução das atividades. Nesse sentido, os treinamentos de segurança do trabalho ajudam as empresas a capacitarem os seus times continuamente, buscando a excelência nos procedimentos e nos padrões de qualidade.

Soluções para treinamentos de segurança do trabalho

A Keeps desenvolve soluções LXP de ensino, que facilitam a criação de cursos e a atualização dos treinamentos de segurança do trabalho, além de oferecer cursos de prateleira em sua plataforma, de todas as Normas Reguladoras (NRs) exigidas por lei.

Konquest No Konquest, a sua empresa encontra a simplicidade na criação de cursos com a leveza e usabilidade para o aprendizado. Além disso, é no Konquest que estão disponíveis os cursos de prateleira prontos para atender às demandas padrão de indústrias, em treinamentos de segurança do trabalho.

 

GameUpO GameUp oferece capacitação em qualquer lugar e à qualquer hora com alto índice de engajamento, uso e aprendizado. Tudo na palma da mão e de um jeito simples, intuitivo e interativo. Perfeito para capacitar fornecedores ou prestadores de serviço, por exemplo, que mesmo não sendo funcionários, precisam ser integrados às atividades e procedimentos da empresa, para execução de suas próprias funções.

 

SmartZapO SmartZap descomplica treinamentos com uma experiência de aprendizagem engajadora, rápida e simples pelo WhatsApp! Excelente para treinamentos no formato de microlearning, focados em atualizar, informar e conscientizar os colaboradores sobre os procedimentos e atividades realizados, com base nas NRs e na prevenção de acidentes.

Um jeito simples e rápido de transmissão do conhecimento, que permite a capacitação contínua dos colaboradores, atendendo bem à periodicidade dos treinamentos de segurança do trabalho.

Aqui na Keeps, compreendemos a realidade e as demandas das indústrias e desenvolvemos soluções especialmente voltadas para os treinamentos de segurança do trabalho, pois acreditamos que investir em pessoas é também cuidar, como cuidamos dos nossos clientes.

Por isso, criamos um exclusivo canal de atendimento para Treinamentos de Segurança do Trabalho em Indústrias,  onde a sua empresa pode solicitar uma demonstração gratuita das nossas soluções. 

Conheça a Keeps e descubra o seu jeito simples de capacitar! 

Escritor de ficção, leitor assíduo e bem informado.
Criador de conteúdo para blog posts com SEO na Keeps.

Venha conhecer nossas soluções.

Relacionados

Deixe o seu contato para a nossa newsletter!

Deixe o seu contato para a nossa newsletter!

Todo mês temos um conteúdo exclusivo para você.

Muito obrigado!

×