keeps logo
Desenvolvendo e impulsionando conhecimento

Cultura Organizacional: o que é, seus tipos e como fortalecer

Início » Estruturas Organizacionais » Cultura Organizacional: o que é, seus tipos e como fortalecer

Cada vez mais, o fortalecimento da cultura organizacional se destaca como um recurso estratégico. Logo, a cultura organizacional é de grande importância para seu negócio, pois é através dela que você se  posicionará e se diferenciará no mercado.

Em vista disso, toda empresa que almeja o desenvolvimento e o crescimento precisa ter uma estratégia bem definida, além de costumes e valores condizentes com essa estratégia. Em outras palavras, precisa de uma cultura organizacional forte.

Cultura Organizacional: o que é, seus tipos e como fortalecer

O que é cultura organizacional?

Quando pensamos em cultura organizacional, é possível afirmar que há dezenas de definições e conceitos divergentes na ciência.

Todavia, há um consenso de que a cultura organizacional, como o próprio nome sugere, é o conjunto de comportamentos, hábitos e práticas que definem determinada empresa.

Na prática, a cultura organizacional é formada pela missão, visão e pelos valores de uma empresa. Além disso, ela engloba as normas escritas e não escritas seguidas pelos colaboradores e pelas lideranças.

Logo, ela está fortemente ligada à forma como a organização é vista pelo público externo, seja pelos clientes, concorrentes, ou possíveis colaboradores.

Detalhadamente, a cultura organizacional é formada por valores centrais, os quais irão caracterizar e definir a empresa como um todo.

Quando esses valores passam a ser partilhados por todos os colaboradores, haverá então a formação de uma unidade e de um propósito, resultando na coesão e na lealdade para com a empresa.

A cultura organizacional, para Chiavenato, são os pensamentos e as ações provenientes dos fundadores da empresa e devem ser aceitos e aprendidos pelos demais colaboradores.

Ainda, para o autor, a cultura organizacional é construída ao longo do tempo e passa a impregnar todas as práticas da empresa, constituindo um sistema coerente de significados que une todos os colaboradores em torno dos mesmos objetivos e metas.

Quais os 4 tipos de cultura organizacional segundo Charles Handy?

Charles Handy, grande estudioso da administração, tipificou a cultura organizacional em quatro quadrantes, atribuindo o nome de deuses da mitologia grega para cada um deles.

Quais os 4 tipos de cultura organizacional segundo Charles Handy?

Assim, são tipos de cultura organizacional a cultura de Apolo (deus da razão) ou burocrática, a cultura de Zeus (representante de todos os deuses), a cultura de Dionísio (deus da autonomia) e a cultura de Atenas (deus da inteligência).

Elencamos as principais características desses tipos de cultura organizacional, confira!

Cultura de Apolo, ou burocrática

A cultura de Apolo ou burocrática valoriza mais o cargo do que o colaborador que o exerce, aceita como fonte de legitimação de poder a posição hierárquica, sendo as regras, os procedimentos e as estruturas os principais métodos de influência.

Cultura de zeus, ou do papel

Esse modelo caracteriza-se por um poder centralizado, com número reduzido de regras e fraca burocracia. Aqui, as relações de trabalho estabelecem-se a partir da afinidade e da confiança, aspetos indispensáveis para o crescimento.

Cultura de Dionísio, ou da pessoa

Esse tipo de cultura, segundo Charles Handy, caracteriza-se por ter baixa formalização e centralização, tendo como base o colaborador. O respeito mútuo e a auto-responsabilização são as principais referências.

Cultura de Atenas, ou da tarefa

A cultura de Atenas é voltada para as tarefas e para a resolução de problemas, com decisões centralizadas no que diz respeito aos métodos de trabalho, resultando em um elevado autocontrole em termos de trabalho. Nas empresas marcadas por esta cultura, os objetivos e espírito de empenho são essenciais.

Quais os objetivos da cultura organizacional de uma empresa?

Afinal de contas, qual a importância da cultura organizacional? Para responder essa pergunta, elencamos alguns dos principais objetivos da cultura dentro de uma empresa. São eles:

  1. Ela tem um papel de definição de fronteira; isto é, cria distinções entre uma organização e outra;
  1. Transmite um sentido de identidade para os membros da organização;
  1. A cultura organizacional facilita a geração de comprometimento a alguma coisa maior que o auto-interesse de alguém;
  1. Ela intensifica a estabilidade do sistema social;
  1. A cultura organizacional é uma espécie de “cola” que ajuda a manter a empresa unida e coesa, fornecendo padrões de comportamento para os colaboradores;
  1. Por fim, a cultura serve como um mecanismo de controle, que guia e molda as atitudes e comportamento dos colaboradores.
Quais os objetivos da cultura organizacional de uma empresa?

Em resumo, a cultura organizacional é responsável por direcionar, mesmo que indiretamente, o ânimo e o comportamento dos colaboradores. Uma vez que cada empresa possui uma identidade própria, o ambiente de trabalho pode ser ótimo ou extremamente difícil de se trabalhar.

Em conclusão, podemos afirmar que conhecer a cultura da empresa é um fator essencial, especialmente a médio e longo prazo. Com este recurso na mesa, tanto os líderes quanto os liderados terão um sentimento de unidade, guiando-se pelos mesmos propósitos e razões.

Entendendo a cultura presente em sua empresa, você terá maior clareza acerca das relações hierárquicas da sua estrutura, as regras formais e informais presentes e também os valores morais presentes no seu time.

A partir disso, torna-se possível identificar diversos tipos de comportamento, sejam eles benéficos ou prejudiciais, de modo que o planejamento estratégico e a visão de futuro da empresa fiquem mais condizentes com a realidade da empresa.

Como fortalecer a cultura organizacional da empresa?

Tendo em vista o que foi tratado, você pode estar se perguntando, como melhorar a cultura organizacional? Ou, como fortalecer a cultura organizacional? Porém, a solução não é tão simples.

Não existe uma forma de imposição de valores e costumes, ou algo que force os colaboradores a agirem desta ou daquela forma. Cada colaborador precisará compartilhar e concordar com os valores e com a visão da empresa, agindo de forma natural.

Todavia, pensamos em algumas dicas e iniciativas que podem ajudar nessa tarefa, são elas:

Desenvolva processos de Treinamento & Desenvolvimento alinhados com a cultura da empresa

O setor de Treinamento & Desenvolvimento é primordial para o fortalecimento da cultura organizacional, pois é através dele que os treinamentos são disponibilizados, e com eles, os valores, as visões, as práticas e as estratégias da empresa.

Controle o clima organizacional

Sendo o clima organizacional o termômetro da empresa, é através dele que se pode identificar questões e situações nocivas.

Gostou do nosso conteúdo?

Desenvolva processos de Treinamento & Desenvolvimento alinhados com a cultura da empresa

Inscreva-se no Go Learning e tenha acesso a diversos cursos criados pelos Designers Instrucionais da Keeps, que servirão de auxílio na implementação de uma Cultura Organizacional eficaz na sua empresa, bem como demais estratégias de Psicologia Organizacional que você julgue interessante.

O Go Learning é a Universidade Corporativa da Keeps, de acesso gratuito e ilimitado, pensado e desenvolvido para T&D e RH. Acesse e descubra nossos conteúdos!

Perguntas frequentes sobre Cultura Organizacional:

O que é Cultura Organizacional?

Cultura Organizacional, ou ainda Cultura Empresarial/Corporativa, é basicamente a reunião de todos os costumes, práticas e valores constituídos em cima de regras, comportamentos, condutas e propósitos distribuídos entre todos os gestores e colaboradores da empresa.

Quais são os 4 tipos de Cultura Organizacional?

De acordo com Charles Handy, os tipos de Cultura Organizacional são:

1. Cultura do poder: cargos hierárquicos mais altos no controle.
2. Cultura de papéis: a atenção é para a função exercida.
3. Cultura de tarefas: busca a solução dos problemas durante a realização das demandas.
4. Cultura de pessoas: a importância é dada aos colaboradores.

Gustavo Formighieri
Possui graduação em Ciências da Computação e é especialista em Gestão de Projetos e Marketing Digital pela FGV, hoje atuando como fundador de COO da Keeps, ajudando as empresas a implantar e operacionalizar processos e ferramentas para capacitação dos colaboradores.
Continue sua pesquisa
Pesquisar

Está com alguma dúvida? ENTRE EM CONTATO COM A GENTE!

Relacionados

Converse com nossos especialistas

Descubra como nossa plataforma pode transformar sua equipe e impulsionar o crescimento da sua empresa. Agende agora uma demonstração exclusiva e veja como podemos lhe ajudar: