Entre em contato: +55 (48) 99169-2112

Diagnóstico Organizacional: como aplicá-lo em sua empresa

 Por: |  Publicado em 02/08/2021 |  Atualizado em 03/08/2021 |  Tempo de leitura 5 minutos

Diagnóstico Organizacional

Para auxiliar na gestão de uma empresa, o diagnóstico organizacional é uma das ferramentas a serem adotadas. Neste artigo, mostraremos como implementá-la e estudá-la como meio de desempenhar as produções na sua organização.

O que é Diagnóstico Organizacional?

Diagnóstico Organizacional, também chamado de diagnóstico empresarial, é um conjunto de estudos feitos no ambiente corporativo objetivando que os gestores sejam capazes de realizar análises pertinentes e acentuadas da empresa, encontrando os pontos fortes e fracos ao redor.

Com o diagnóstico organizacional, os pontos identificados, caso sejam bons, tendem a ser aumentados e fortalecidos, visando a produtividade. Caso não sejam bons e representem possibilidades de problemas futuros, poderão ser imediatamente minimizados.

Através do diagnóstico é possível fazer um mapeamento geral da corporação e, com o desempenho individual de cada setor sendo avaliado, a gestão desenvolve condições de tratamento das lacunas, oportunizando o crescimento e prevenindo atitudes que prejudiquem a empresa posteriormente. Entretanto, todos os dados devem ser objetivos e as decisões devem ser tomadas com segurança.

Independentemente do período de tempo que a empresa atua no mercado, o diagnóstico organizacional é uma ferramenta que abarca diversos tamanhos e segmentos do mercado, então a pesquisa pode ser aplicada a qualquer tempo, organizando e melhorando o desempenho da sua corporação.

Aprenda como fazer um Diagnóstico Organizacional (Passo a passo)

Etapas do Diagnóstico Organizacional

Dicas de quando e como fazer um Diagnóstico Organizacional

Dicas para Diagnóstico organizacional

Obtendo e analisando informações

Deve ser realizada uma verificação das estratégias da empresa em todos os seus pontos de funcionamento, setor por setor. As informações obtidas devem estar vinculadas ao negócio e às atividades que ocorrem em seu ambiente interno. Podem ser utilizadas nesse levantamento algumas ferramentas como: entrevista com colaboradores; acompanhamento dos indicadores de balanceamento; avaliação de desempenho; métricas de acompanhamento contínuo etc.

Toda a execução precisa ocorrer de modo neutro, com foco na obtenção de respostas completas e objetivas.

Diagnóstico organizacional para identificar e resolver problemas

Identificando os problemas

Após serem obtidos os resultados acima analisados, poderão ser identificados pontos sensíveis para a resolução de problemas. Nessa etapa, cria-se uma hierarquia e é feita definição de prioridades. O que não for essencial naquele momento, será objeto de atenção futura. Problemas mais urgentes são os considerados graves, que devem ser reparados imediatamente, antes que cause prejuízo à organização. Todavia, as ações e resoluções tomadas devem passar por todos os departamentos para que se saiba o nível de envolvimento de cada setor com o ocorrido.

Diagnóstico Organizacional estratégico

Definindo estratégias

De modo racional e integrativo, abarcando todos os setores, nesta fase o momento é de traçar ações, mapear os riscos e desenvolver os pontos positivos. Todo o planejamento deve ser feito de maneira adequada, com auxílio imediato dos gestores, com o profundo entendimento do processo por todos, pois qualquer passo mal dado pode piorar a gravidade da situação. Se a estratégia implantada não for suficiente, pode ser reavaliada e aplicada nova estratégia que case com as rotinas da empresa.

Gestão setorial

Considerando os setores de gestão

Até aqui, todas as etapas supramencionadas devem considerar as principais áreas da gestão empresarial, quais sejam: operações, marketing, recursos humanos, T&D ou finanças. Devem ser consideradas as necessidades, o envolvimento e as prioridades de todas elas, posto que, ações que tendem a generalizar processos poderão gerar transtornos futuros.

Diagnósticos periódicos

Realizando diagnósticos periódicos

Todas as ações já explanadas até aqui devem ser concretizadas periodicamente, mantendo o ambiente corporativo organizado e atualizado, consciente dos movimentos que acontecem na empresa e evitando que os problemas que aconteçam não sejam identificados de imediato. É fundamental que esta verificação ocorra, uma vez que, como sabemos, as coisas podem mudar de uma hora pra outra. Os diagnósticos periódicos podem ser responsáveis por salvar ou afundar uma empresa. Servem tanto como prevenção quanto para amenizar os efeitos de crises atuais.

Plataformas digitais de aprendizagem

Utilizando as tecnologias exatas

A implantação de sistemas tecnológicos são importantes aliados na aplicação do diagnóstico organizacional. A automação existente hoje no mercado diminui o índice de erros e possibilita que as coisas sejam feitas em menos tempo do que o usual, o que acaba sendo uma “mão na roda”, pois os potenciais prejuízos são mais rapidamente identificados e as mudanças, mais eficazes.

Com o auxílio tecnológico o diagnóstico é realizado em menos tempo, então pode feito mais vezes durante o ano, utilizando de menos recursos e, conforme dito, entregando maior agilidade e precisão durante situações de crise.

Procurando consultoria especializada

Um consultor, pessoa de fora do ambiente empresarial, com preparo especializado para atuar no diagnóstico organizacional pode ter mais facilidade em encontrar pequenas falhas que por vezes não são percebidas pelos gestores — cujo foco, em meio às demandas cotidianas, pode ser bastante conflituoso.

Os profissionais de consultoria poderão oferecer uma experiência que provavelmente vai maximizar os resultados da sua empresa, realizando o diagnóstico e atuando nos pontos principais.

Icons made by Stickers from www.flaticon.com

Diagnóstico organizacional para um RH estratégico!

Agora você já sabe que o Diagnóstico Organizacional não pode ficar de fora das atividades da sua empresa, sendo essencial para mantê-la funcional e ativa no mercado, com resultados melhores que entregam otimização e vantagem competitiva entre os seus concorrentes.

Agora, para você que chegou até aqui e gostou do nosso conteúdo, separamos duas dicas:

1 – Visite o Blog do T&D da Keeps e confira dezenas de conteúdos sobre T&D e RH, Gestão, Liderança, Resolução de problemas, Tecnologia e Inovação, Educação Corporativa e muito mais!

2 – Conheça o GO LEARNING: uma Universidade Corporativa gratuita, voltada para T&D e RH, onde você encontra diversos cursos (missões) e conteúdos de microlearning (pulses) desenvolvidos pelos melhores profissionais, em parceria com a Keeps.

Tudo dentro de uma experiência LXP de ensino e com emissão de certificados.

Então, tá esperando o quê? Vem pra Keeps e descubra o nosso jeito simples de capacitar!

Venha conhecer nossas soluções.

Relacionados

Deixe o seu contato para a nossa newsletter!

Deixe o seu contato para a nossa newsletter!

Todo mês temos um conteúdo exclusivo para você.

Muito obrigado!

×