keeps logo
Desenvolvendo e impulsionando conhecimento

70-20-10: o que é e como funciona esse modelo de aprendizagem

Início » Design Instrucional » 70-20-10: o que é e como funciona esse modelo de aprendizagem

Capacitar uma equipe de colaboradores é sempre um processo necessário em qualquer organização. Para auxiliar nesse caminho, existem métodos inovadores e eficazes, como é o caso do 70-20-10, sobre o qual falaremos a seguir. Continue lendo!

O que é 70-20-10?

70-20-10: o que é e como funciona esse modelo de aprendizagem

70-20-10 é uma metodologia criada por Morgan McCall, Robert Eichinger e Michael Lombardo na década de 1990.

O método 70-20-10 consegue reunir teoria e prática numa mesma aplicação, o que é considerado um dos melhores e mais eficazes métodos de ensino e aprendizagem.

O modelo 70-20-10 é um facilitador, haja vista diversos estudos afirmarem que o cérebro elabora melhor os conteúdos quando as explicações vêm acompanhadas de ações práticas.

Além disso, o conceito de 70-20-10 é aplicado de modo simplificado, o que acaba facilitando sua utilização por organizações e colaboradores.

Essa metodologia corresponde a uma combinação de percentuais e divide-se em três maneiras de aprender:

  1. com experiência própria e vivências profissionais rotineiras;
  2. com outras pessoas;
  3. formal, com cursos, livros etc.

Como implementar a metodologia 70-20-10?

Aplicar e utilizar a metodologia 70-20-10 da maneira correta na sua empresa não é nenhum bicho de sete cabeças. É algo que pode ser empreendido por todos ou por um único colaborador. Mas afinal, como utilizar o modelo 70-20-10?

Como implementar a metodologia 70-20-10?

70-20-10: 70% de aprendizagem com experiência própria

Esse tipo de aprendizagem é também conhecido por aprendizagem on-the-job e indica que 70% da instrução que o colaborador possui é resultado das suas experiências profissionais, das vivências rotineiras, das responsabilidades que assumiu, das adversidades que enfrentou etc.

O progresso é consequência do desempenho diário na organização, com todos os conflitos e soluções possíveis.

É um modo de desenvolvimento que advém da absorção dos fatores positivos existentes diante de conversas, partilhas, impressões técnicas, procedimentos etc. com o demais colaboradores e gestores que integram o cotidiano laborativo daquele colaborador.

70-20-10: 20% de aprendizagem com outra pessoa

A porcentagem de 20% do aprendizado do colaborador é devido às relações que constrói no ambiente organizacional com os demais membros da equipe.

Todos os retornos inerentes à atuação do colaborador são por ele absorvidos. Tanto isso quanto sua capacidade de análise e identificação diante daquilo que vem sendo executado pelos demais colaboradores e gestores, como fontes de impulso e incentivo.

70-20-10: 10% de aprendizagem formal

Esses 10% restantes dizem respeito à aprendizagem através de cursos, livros, congressos, treinamentos etc.

Os 10% de aprendizagem formal não podem, por sua natureza, serem padronizados. No entanto, o colaborador deve saber os conteúdos certos para referenciar suas habilidades e capacitações.

Importante destacar que todas as porcentagens acima explanadas devem ser aplicadas conjuntamente para que o método tenha eficácia. Se aplicadas isoladamente os efeitos naturalmente não serão aqueles inicialmente esperados.

O modelo 70-20-10 é um combinado de informações oriundas de diferentes linhas de pesquisa, cujo objetivo central é apresentar que a aprendizagem não é algo sequenciado, mas definitivamente adaptável à realidade do mundo.

Como surgiu a metodologia 70-20-10?

Ressaltamos que não há um consenso quanto à origem da metodologia 70/20/10, havendo bastante polêmica e conflitos acerca do surgimento do conceito.

Todavia, sua a metodologia se tornou popular com os trabalhos de Morgan McCall, Robert Eichinger e Michael Lombardo, em um estudo publicado em 1988 intitulado “The Lessons of Experience”.

Como funciona a metodologia 70-20-10?

Quer saber como o método 70-20-10 funciona na prática? Confira o conteúdo que preparamos a seguir!

70-20-10: o que é e como funciona esse modelo de aprendizagem

Imagine o seguinte cenário: um novo colaborador entrará em sua empresa para assumir o cargo de analista de dados, e você é o encarregado pela realização do onboarding. Partindo do pressuposto de que o colaborador trabalhará 40 horas semanais, vamos aplicar juntos a metodologia 70-20-10, assim:

  • 28 horas deverão ser dedicadas à conhecer as rotinas da empresa, desde as relativas ao cargo do colaborador aos processos mais gerais;

  • 8 horas deverão ser dedicadas ao contato com os demais colaboradores, desde as lideranças aos seus colegas diretos, como opção, o colaborador poderá acompanhar um dia de trabalho ou conversar com seus gestores acerca do ambiente de trabalho;

  • Por fim, 4 horas deverão ser dedicadas aos treinamentos e as capacitações necessárias, garantindo que o colaborador comece com o pé direito.

Por fim, salientamos que a metodologia 70-20-10 não é rígida, podendo ser adaptada aos mais distintos contextos. Cada empresa possui características distintas, desde sua cultura organizacional à seu segmento no mercado, assim como cada cargo ou função é diferente.

Por que o método 70-20-10 tem sido utilizado nas empresas?

E qual o principal motivo da ampla utilização dessa metodologia nas empresas? Siga a leitura e entenda qual o impacto do método nas empresas através de um exemplo prático e real.

O primeiro ponto diz respeito à forma como as lideranças guiarão a empresa após o 70-20-10. É através desse método que os líderes irão entender, em detalhes, como funcionam os processos de aprendizagem e capacitação na empresa. 

O efeito prático está na otimização dos treinamentos, pois com as rotinas processuais em mãos, as competências necessárias serão descobertas, direcionando o foco aquilo que realmente importa para a empresa.

O segundo ponto refere-se ao aumento da capacidade de organização e estruturação advinda dessa metodologia. Como foi mencionado anteriormente, apesar de haver variações, as empresas que buscam competitividade fazem o uso desse método.

Trouxemos um exemplo de aplicação da metodologia 70-20-10, onde, em uma pesquisa efetuada pela IstoÉ Dinheiro, observamos como grandes empresas investem em inovação.

De acordo com a revista, há inúmeras evidências que apontam um padrão na alocação de recursos nos projetos de inovação. Grandes empresas, como o Google, destinaram cerca de 70% (como sugere a metodologia) dos seus recursos em inovações incrementais, diretamente relacionadas com os principais serviços da empresa.

Seguindo a esta lógica, 20% foram alocados em inovações adjacentes, próximas ao núcleo da companhia, e apenas 10% a projetos disruptivos e de alto risco, com um grande potencial transformador.

Quais os benefícios do modelo 70-20-10?

Dentro de suas singularidades, o método 70-20-10 apresenta alguns benefícios essenciais para a rotina da sua organização. São vantagens do 70-20-10:

Quais os benefícios do modelo 70-20-10?

Aprender enquanto pratica

Se a organização aposta no método 70-20-10 como forma de desenvolver seus colaboradores, é importante que seja capaz de empregar essa metodologia.

Assim, entrega-lhes a opção de entender com mais profundidade acerca dos desmembramentos dos cargos, das atribuições, das tarefas e das diligências daquele local.

Através da prática cotidiana e da rotina na qual está inserido, o colaborador é capaz de aprender e aplicar o que aprende enquanto exerce sua função.

Com a prática durante a aprendizagem, as elucidações e os resultados acabam sendo mais produtivos e inovadores.

Em decorrência disso, as tarefas serão realizadas com modelos diversos daqueles já padronizados, permitindo um movimento onde as soluções sejam entregues sem que haja excessiva técnica e sim alguma liberdade criativa.

Motivação crescente

Quando o modelo 70-20-10 é implantando na organização, é consequente o aumento na motivação entre os colaboradores.

Notando-se capazes de aprender enquanto de fato realizam o trabalho, os colaboradores sentem que sua produção (e sua atuação) estão sendo reconhecidas. Consequentemente, terminam por desenvolver seus resultados com mais celeridade, cumprindo metas e valorizando a si mesmos.

Esse processo é contínuo, ou seja, com o passar do tempo, o crescimento e o desenvolvimento elevarão o desempenho dos colaboradores e o funcionamento da organização.

Inovação e criatividade

Possuindo essas duas habilidades, o colaborador desempenha suas tarefas cotidianas por meios diferenciados.

Inovação e criatividade são características cada vez mais necessárias no mundo corporativo, portanto, quando o colaborador é capaz de utilizá-las enquanto vantagens, conseguirá solucionar as questões e ultrapassar os possíveis obstáculos existentes naquela rotina na qual está inserido.

Esse caminho acaba beneficiando os colaboradores, seus gestores, a organização e também os clientes. Com todos esses personagens motivados e satisfeitos, não é difícil que se assumam lideranças e referências no mercado.

Maior produtividade

Quando o colaborador consegue assimilar o aprendizado e encaixá-lo na sua prática trabalhista diária, seu rendimento sobe significativamente.

A partir de então, todas as tarefas que lhe são incumbidas passam a ser feita de modo positivo, com menos erros e repetições, melhorando seu desempenho como um todo.

Como o 70-20-10 funciona para os treinamentos remotos?

Como o 70-20-10 funciona para os treinamentos remotos?

E como funcionaria a metodologia 70-20-10 nos treinamentos online? Para responder a esta pergunta, separamos alguns exemplos, confira!

Treinamentos e capacitações mais ágeis

Sabemos que o tempo de duração dos treinamentos e das capacitações são bastante relativos, dependendo completamente da sua estrutura e dos materiais abordados, bem como dos objetos e metodologias ativas de aprendizagem e também das trilhas de aprendizagem construídas.

Entretanto, aplicando a metodologia 70-20-10, você poderá focar naquelas hard e soft skills que são indispensáveis, abrindo menos espaço para conteúdos desnecessários naquele momento.

Abuse dos recursos audiovisuais relativamente curtos, porém, não perca o foco. Saiba que o colaborador deverá trabalhar uma competência por vez.

Invista na interatividade

Tendo em vista o papel do diálogo, da interação e da troca de experiências no método 70-20-10, contar com uma plataforma de treinamento e capacitação digital com recursos de interação, diálogo e discussão entre seus usuários é muito importante.

Portanto, invista em plataformas que possuem recursos de chats, fóruns, videochamadas e etc., há muitas alternativas.

Como o modelo funciona para os treinamentos de lideranças?

As empresas que almejam capacitar, treinar e desenvolver boas lideranças dentro dos seus quadros profissionais não podem deixar de lado o modelo 70-20-10.

Como foi dito diversas vezes ao longo deste artigo, a metodologia facilita, e muito, a troca de experiências, informação e conhecimento entre os colaboradores. Isso não seria diferente quando o assunto é liderança.

Conclusão

Ao aplicar o método 70-20-10 a organização passa a ofertar meios de trabalho cada vez mais convidativos, unindo as três abordagens (porcentagens) e integrando teoria e prática de modo a estimular cada vez mais seus colaboradores.

Gostou do nosso conteúdo?

Então navegue pelo Blog e pelos Cases e encontre mais de uma centena de outros conteúdos interessantes. Abordamos os temas mais diversos sobre Tecnologia & Educação, T&D e RH e tudo que envolva o mundo corporativo.

Ou inscreva-se no Go Learning e aprofunde ainda mais os seus conhecimentos, na Universidade Corporativa da Keeps.

São cursos gratuitos em formato de microlearning, voltados para T&D e RH, que você pode acessar a qualquer hora no seu notebook, tablet ou smartphone.

Nunca foi tão fácil ter uma Experiência LXP de Aprendizagem.

Perguntas frequentes sobre o modelo 70-20-10:

O que é o modelo 70-20-10?

70-20-10 é uma metodologia que procura combinar teoria e prática no mesmo conjunto. Por esse motivo, é considerado um dos métodos de ensino-aprendizagem mais eficientes que existem. O 70-20-10 é um modelo facilitador do aprendizado, baseado em diversificados estudos onde o entendimento é o de que o cérebro retém com mais eficácia os conteúdos quando são elaborados junto a ações práticas.

De acordo com essa metodologia, o aprendizado se dá:

70%: através de aprendizagem por experiência própria.
20%: através de aprendizagem com outra pessoa.
10%: através de aprendizagem formal.

Quais os benefícios do modelo 70-20-10?

Algumas vantagens do 70-20-10 são essenciais para a sua empresa, por exemplo:

– aprender enquanto pratica.
– motivação crescente.
– inovação e criatividade.
– maior produtividade.

Jaya Viana
Redatora, escritora e especialista em Produção em Jornalismo Digital pela PUC Minas. Hoje atuando como Analista de Conteúdo e SEO na Keeps, sendo ainda entusiasta das temáticas sobre RH e T&D, bem como demais conteúdos voltados para a Educação Corporativa.
Continue sua pesquisa
Pesquisar

Está com alguma dúvida? ENTRE EM CONTATO COM A GENTE!

Relacionados

Converse com nossos especialistas

Descubra como nossa plataforma pode transformar sua equipe e impulsionar o crescimento da sua empresa. Agende agora uma demonstração exclusiva e veja como podemos lhe ajudar: