Entre em contato: +55 (48) 99169-2112

Organograma empresarial: veja o que é e 5 modelos para implementar!

 Por: |  Publicado em 10/08/2021 |  Atualizado em 10/08/2021 |  Tempo de leitura 5 minutos

Organograma empresarial

Nas empresas, é normal haver desorganização diante dos cargos e da listagem hierárquica dos colaboradores, principalmente quando se é novo no local. Para isso, foi preciso a criação de um mecanismo que possibilite e facilite esse entendimento organizacional e diminua os erros de comunicação setorial.

A forma mais conhecida por dispor os cargos e promover diversos benefícios e significados diante de sua estrutura é o organograma empresarial. Nele a ilustração e a disposição dos cargos podem ser feitas de muitas maneiras diferentes e todas contendo sentidos e vantagens distintas das demais.

Neste post iremos apresentar seu conceito, sua funcionalidade e alguns modelos de organogramas que podem ser implantados dentro do ambiente corporativo. Para isso, continue a leitura e entenda ainda mais sobre esta inovadora e benéfica forma de organização dos integrantes.

O que é um organograma empresarial?

O organograma empresarial é um sistema de ilustração dos cargos dos colaboradores de uma corporação de forma hierárquica. Nele, não é comum haver o nome específico de cada integrante, pois suas finalidades são variadas e distintas de apenas identificação pessoal.

No mesmo, é visto toda estrutura da empresa, todos os departamentos e todos os cargos dentro deles, visando a compreensão e a praticidade de comunicação a partir dele. Contendo dos menores níveis operacionais até os maiores, com ele é possível analisar para quem cada um deve responder e qual é a sua posição diante dos outros.

Essa ilustração possui diversas formas de ser representada, desde gráficos, linhas e esquemas até figuras geométricas. Cada modelo possui um objetivo específico, facilitando sua aplicação em todas as empresas, uma vez que a apresentação da corporação tem um objetivo, e este deve estar contido no organograma empresarial.

Para que serve um organograma empresarial?

O organograma empresarial serve, principalmente, para a apresentação da estrutura da corporação, apresentando todos os níveis operacionais e seus departamentos atuantes. Com ele é possível facilitar o relacionamento entre os colaboradores e o trabalho em equipe, tendo em vista que a visualização do mesmo traz diversos outros benefícios.

Outrossim, este esquema ilustrativo serve também para manter o processo de produção organizado e integrado dentro da empresa. Podendo também ser supervisionado as falhas nos departamentos, os conflitos nos projetos e atenuar a interferência dos líderes em setores que não os pertencem.

No mais, cada tipo de organograma possui uma funcionalidade específica, podendo ter objetivos voltados a noção hierárquica, a ascensão de cargo, ao trabalho em equipe e também a quantidade de colaboradores em cada área do local.

Modelos de organograma empresarial

Como visto anteriormente, existem muitos modelos de organograma empresarial, e cada um possui o seu objetivo final dentro do ambiente corporativo, para o entendimento mais especial de cada um deles, apresentaremos 5 tipos principais de organogramas, são eles:

1. Organograma vertical

Este é o modelo mais tradicional dentro das empresas, pois possui características gerais satisfatórias acerca da sua estrutura. Nele é visto a hierarquia em caixas de ordem decrescente, o maior nível operacional ou de gestão em cima e os posteriores na parte inferior de cada correspondente. Há, também, um fluxo de comunicação entre os cargos e uma estratificação dos departamentos.

Organograma empresarial vertical

2. Organograma horizontal

Ao contrário do que parece, a diferença entre o organograma vertical e o horizontal não se dá apenas pela sua posição lateral de hierarquização, nesse também é evidente estratégias de organização da liderança. Tendo a possibilidade de separar os gestores de cada departamento na esquerda e os seus colaboradores correspondentes ao lado direito.

Organograma empresarial horizontal

3. Organograma circular ou radial

Neste organograma, a sua disposição se torna muito diferente dos outros modelos citados anteriormente. Aqui ainda é visto uma hierarquização, porém não tão bem edificada como nos demais, uma vez que seu foco corporativo não se diz mais sobre apenas sua organização pelos níveis, mas também se trata da colaboração entre os cargos, valorizando o trabalho em equipe dos grupos de mesma ordem circular.

Circular ou radial

4. Organograma Linear de Responsabilidade (OLR)

Para este, é utilizado uma ilustração gráfica dos departamentos, seus respectivos cargos e suas funções. Muitas vezes este é apresentado dentro de um quadro com as informações. Noutras, contendo figuras e formas que identificam a função de cada cargo dentro de tal responsabilidade.

OLR

5. Organograma matricial:

O organograma matricial é utilizado, muitas vezes, para ilustrar situações organizacionais temporárias. Ou seja, estrutura fixada e disposta apenas por um período de tempo, para finalidades específicas que exijam um projeto com uma estratificação diferenciada. Nele, é normal a presença de uma grande diversidade de setores, podendo conter sedes diferentes.

Organograma matricial

Passo a passo para montar um organograma empresarial

Após entender a definição e ver os modelos mais conhecidos dos organogramas, é momento de compreender cada passo para a criação do seu próprio organograma. Contendo as características que você, líder, gestor ou colaborador em geral, liste serem mais necessárias na constituição do mesmo. Então:

1º passo: nesta primeira etapa é necessário separar os cargos e as funções de cada colaborador. Lembrando que uma mesma pessoa pode ocupar cargos diferentes, por isso, não é preciso a nomeação.

2º passo: muitas vezes com a utilização de cores diferentes, elenque cada um de acordo com a sua posição hierárquica na empresa.

3º passo: escolha o modelo desejado, de acordo com o seu objetivo.

4º passo: estruture o seu organograma, oficialize-o e o disponha em um local de fácil acesso, para que a visualização do mesmo seja rotineira. 

Gostou do conteúdo?

Então separamos duas dicas para você:

1 – Visite o Blog do T&D da Keeps e confira dezenas de conteúdos sobre T&D e RH, Gestão, Liderança, Resolução de problemas, Tecnologia e Inovação, Educação Corporativa e muito mais!

2 – Conheça o GO LEARNING: uma Universidade Corporativa gratuita, voltada para T&D e RH, onde você encontra diversos cursos (missões) e conteúdos de microlearning (pulses) desenvolvidos pelos melhores profissionais, em parceria com a Keeps.

Tudo dentro de uma experiência LXP de ensino e com emissão de certificados.

Venha conhecer nossas soluções.

Relacionados

Deixe o seu contato para a nossa newsletter!

Deixe o seu contato para a nossa newsletter!

Todo mês temos um conteúdo exclusivo para você.

Muito obrigado!

×