keeps logo
Desenvolvendo e impulsionando conhecimento

Treinamento de integração de novos funcionários

Início » T&D » Treinamento de integração de novos funcionários

Inserir o novo colaborador ao cotidiano da organização é fundamental para ambos. Para conseguir estruturar todo o alicerce a ser repassado, utilizamos o treinamento de integração, do qual falaremos a seguir. Continue lendo!

O que é treinamento de integração?

Treinamento de integração é uma metodologia preparatória com intuito de inserir o colaborador no desenvolvimento inicial da sua função na organização.

Através desse processo de onboarding, são transmitidos os valores, a missão e a visão da empresa, conjuntamente às regras e orientações do ambiente. Tudo aquilo que será depois consolidado e aprimorado na continuidade das relações de trabalho, com um levantamento das necessidades de treinamentos e também no que seria o processo de ongoing.

Desta forma, o colaborador entenderá, com ampla visão, como a organização se posiciona no mercado em relação às ofertas e demandas de todos os seus produtos e serviços.

Essa categoria de treinamento utiliza-se de diversas competências, fórmulas, sistemas e programas para ser aplicado. Outro ponto a ser considerado é que o treinamento de integração tem duração reduzida, sendo realizado, em alguns casos, em apenas um dia.

Até pouco tempo atrás, não existia nas empresas programas de treinamento de integração: o colaborador apenas era integrado à função que ocuparia.

Atualmente, entretanto, a integração tornou-se fundamental, pois entendeu-se fundamental que o colaborador precisa se sentir parte do ambiente onde irá trabalhar.

Desse modo, passa a adquirir segurança e acolhimento por parte da organização da qual fará parte.

Então, qual o objetivo do Treinamento de Integração?

O objetivo fundamental do treinamento é fornecer informações ao novo colaborador de modo que sinta que a transição que acontece dentro da empresa objetiva integrá-lo e permitir que se conecte às perspectivas organizacionais.

Para isso, o treinamento integrativo não pode deixar de agregar segurança e conforto ao colaborador em relação ao seu novo ambiente de trabalho.

Além disso, é importante demonstrar o quanto é benéfico e propício à sua valorização como parte da equipe.

Para que serve o treinamento de integração?

Quem faz o treinamento de integração é o colaborador. Esse treinamento é essencial para que o colaborador não se sinta inadequado, para que consiga analisar e entender os procedimentos que funcionarão ou devem ser descartados na realização de suas atividades.

Isso acaba sendo bastante necessário quando falamos de treinamentos de segurança do trabalho, treinamento de vendas, treinamento de atendimento ao cliente etc.

A integração vai além da inclusão do colaborador à função, tendo como fundamento comunicar todas as necessidades de continuidade do clima organizacional positivo da organização como um todo.

Sendo assim, tem por finalidade integrar o funcionário que acabou de ser contratado às regras, práticas e filosofias da empresa na qual ele está ingressando.

Dessa forma, podemos afirmar que essa recepção cuidadosa oferecida ao novo colaborador certamente vai influenciar na sua adaptação, produtividade e até mesmo na sua motivação diária para o trabalho.

Como fazer um treinamento de integração?

Como elaborar um treinamento de integração? Antes de aplicar um treinamento de integração, é fundamental estruturá-lo, pois assim poderá ser reutilizado todas as vezes em que um novo colaborador for contratado na organização.

Algumas das maneiras possíveis de se construir uma integração são as seguintes:

Programar a temática do treinamento

Alguns itens são imprescindíveis de serem expostos ao colaborador: a tríade missão, visão e valores da empresa; a imersão na cultura organizacional; uma exposição através de um organograma empresarial, demonstrando os departamentos e demais relações hierárquicas e processuais; entendimento acerca dos cargos e tarefas a serem realizadas pelas equipes; exposição quanto aos horários a serem observados; benefícios, deveres, métodos de comunicação etc.

Arquitetar ferramentas de apoio

Para que a integração ocorra de modo menos exaustivo, vale sempre considerar recursos visuais, expositivos e interativos. Com a utilização de métodos transmídia, as orientações ocorrerão com mais fluidez, sem a necessidade da monotonia de apostilas demais materiais considerados ultrapassados. Caso seja criado um manual do colaborador, por exemplo, este poderá ser utilizado como método de suporte posterior, como uma espécie de tira dúvidas.

Sistematizar a aplicação

Para isso, é preciso seguir alguns passos:

  • Escolher um colaborador responsável, que saiba agregar os valores e as doutrinas da corporação.
  • O colaborador responsável deve possuir aptidões comunicativas para coordenar o processo de integração e abrigar os novos colaboradores, como um treinamento in company.
  • Estabelecer como será o treinamento: presencial, remoto, on-line? Caso seja on-line, as vantagens são inúmeras, como a redução de custos e tempo, além das possibilidades de metodologias melhor adaptáveis à rotina do colaborador.
  • Delinear um prazo para início e fim da integração.

Renovar o material regularmente

O treinamento de integração nunca deve estar ultrapassado, devendo ser atualizado de acordo com toda e qualquer mudança que ocorrer no ambiente corporativo.

Não seja apenas explicativo

Se todo o treinamento de integração para uma grande exposição é sobre tudo isso, por mais que seja importante que os funcionários prestem atenção, uma chance deles ficarem entediados é bem grande.

Além de montar uma apresentação com slides mais visuais do que os textos não podem ser usados ​​como pessoas, pense em atividades para realizar entre os conteúdos, que mova o pessoal, ou mesmo que seja um funcionário, obtenha a exibição de tudo isso de forma criativa.

Não deixe apenas você ou o treinador da integração falando, interação com os novos colaboradores.

Organize-se

Algumas perguntas que você deve fazer são:

  • Quem iniciou o treinamento? Você ainda pode fazer ou precisar de ajuda especializada para um instrutor que considere entender minha empresa e apresentar a maneira mais eficaz? Ou ainda: possui setor de RH e seria uma pessoa responsável pelo setor ou instrutor ideal? Ela está preparada?

  • Quanto tempo o treinamento vai durar? Uma manhã, uma tarde, um dia inteiro? Mais de um dia?

  • O treinamento será presencial ou online? Ou uma combinação das duas coisas?

Todas essas questões, farão a diferença no treinamento de integração dos novos colaboradores, por isso, não se esqueça de garantir que tudo saia como planejado.

E, para isso, é fundamental ter bastante organização com cada processo e detalhe.

Então procure sempre observar o seguinte:

  • Crie um programa estruturado: seu treinamento de integração precisa ter um direcionamento quanto às informações a serem repassadas e quais serão as atividades. Procure separar os processos da capacitação para que não haja dificuldade dos colaboradores em acompanhar e aprender o conteúdo.

  • Visão geral da empresa: missão, valores e cultura devem sempre ser apresentados. Os novos colaboradores precisam entender como funciona a estrutura da organização, quais são os departamentos, de que forma as equipes se comunicam, quais são as soluções que a empresa entrega etc.

  • Apresentação das políticas e procedimentos: apresente os códigos de conduta da empresa, quais as políticas de benefícios, saúde, segurança. E não de fora uma explicação acerca dos procedimentos operacionais e administrativos que sejam considerados importantes para os novos colaboradores.

  • Introdução aos colegas de trabalho: separe um momento do treinamento de integração para que os novos colaboradores conheçam seus colegas. Como isso pode ser feito? Networking, atividades coletivas, mentorias coletivas.

  • Treinamento específico do cargo: o novo colaborador precisa que o treinamento de integração corresponda às responsabilidades que irá adquirir no seu novo cargo/função. Isso pode acontecer através de tarefas práticas, estudos de caso, atividades em grupo.

  • Acompanhamento e feedback: procure montar um sistema de acompanhamento através do qual você seja capaz de avaliar a performance e o desempenho dos novos colaboradores e entregar um feedback bem estruturado. Você pode fazer isso através de avaliações de desempenho e reuniões, por exemplo.

  • Recursos e materiais de referência: entregue conteúdos como manuais, apostilas, pdfs. Facilite para que esses materiais possam ser acessados pelos novos colaboradores a qualquer momento, estando sempre atualizados e disponíveis.

  • Avaliação contínua do treinamento: procure sempre regular, revisar, atualizar e melhorar o treinamento de integração de novos funcionários, dando sempre atenção aos feedbacks e mudanças que ocorrerem na empresa. Dessa forma, o treinamento estará sempre alinhado às demandas coletivas.

Lembre-se: todo treinamento de integração que sua empresa realizar deve estar conectado ao que a empresa necessita naquele momento e ao que o novo colaborador precisa saber de mais pontual e prioritário para iniciar sua jornada organizacional.

Qual resultado podemos esperar de um Treinamento de Integração?

Quando o colaborador tem, com clareza, a noção dos passos que a empresa pretender dar, automaticamente adquire um posicionamento que esteja conectado a essa intenção. O treinamento de integração é a etapa fundamento para que esse colaborador consiga assimilar as atitudes da organização.

A objetividade com a qual a empresa se apresenta para seus funcionários diminui a criação de possíveis contratempos que influenciem o clima organizacional.

Por exemplo, evita que o colaborador seja cobrado por algo que não previamente exposto e ensinado, bem como não deixa a empresa no papel de reivindicar do colaborador algo que era esperado mas não foi comunicado.

Outro resultado positivo no que diz respeito ao treino de integração é a celeridade na evolução da organização, pois o colaborador, após a qualificação, está ciente das informações necessárias, de forma estruturada e clara.

O treinamento de integração é aquele que serve para valorizar o colaborador e busca que este entregue um retorno positivo. Ou seja, esse processo de qualificação é fonte de feedbacks quase sempre assertivos, por isso é necessário sempre aplicar uma avaliação de reação.

Qual a importância do treinamento de integração?

Por que o treinamento é importante na empresa? Esse tipo de programa de capacitação sempre esteve presente na rotina das organizações.

Todavia, sem pesar os fatores psicossociais de cada colaborador, aspectos hoje considerados essenciais na contribuição de sua integração à empresa.

Com a nova abordagem do treinamento de integração, incorporados aspectos como déficits de aprendizagem, demandas e anseios dos novos colaboradores, conseguiu-se reunir as relações interpessoais do colaborador.

Tanto do colaborador individualmente quanto do colaborador com a organização, levando o treinamento a ser aplicado com maior eficácia.

Esse novo método de integração atual enxerga o colaborador como pessoa complexa e vulnerável.

No entanto, quando devidamente motivado e direcionado, esse mesmo colaborador consegue ser capaz de engajar e movimentar a empresa, como peça fundamental à engrenagem organizacional.

Benefícios de realizar um Treinamento de Integração

Os treinamentos de integração apresentam diversos fatores benéficos:

Critério de competitividade

Através do treinamento integrativo, o colaborador passa a conhecer as ideologias da empresa e suas perspectivas quanto ao mercado, o que permite que apure seus critérios de análise de competitividade.

Quando o colaborador é capaz de verificar por onde a organização está caminhando e qual o lugar onde almeja estar, consequentemente entenderá como absorver as capacidades competitivas do local.

Padronização das informações

Com a padronização das informações o novo funcionário não se sente perdido no exercício de suas funções e a empresa ganha com a certeza de que seus objetivos e regras serão fielmente cumpridos.

Aperfeiçoamento do clima organizacional

Grande parte das questões relacionais entre gestores e colaboradores é decorrente da falta de apresentação da empresa daquilo que julga importante para manutenção do bom clima organizacional.

Várias dessas questões podem ser afastadas quando, durante o treinamento de integração, são explanados os tipos de performance e atitudes esperadas dos colaboradores contratados.

Por exemplo: quais os horários de trabalho, quais as regras quanto ao uso de aparelhos celular, como devem ser as participações nas tarefas entre equipes etc.

Melhoria na produtividade e nos resultados

Quando um novo colaborador é contratado, o treinamento de integração é essencial para que saiba onde atuar para fazer fluir a produtividade da empresa e entregar resultados positivos.

Durante o treinamento, os colaboradores devem ser instruídos a respeito do trabalho em equipe. Todos os setores precisam estar conectados entre si, interpretando as ações individuais para agir coletivamente.

Queda na rotatividade

Quanto mais turnover houver, com mais custos a empresa terá que arcar. Essa rotatividade, ou seja, o excesso de admissão e demissão sempre pede que seja desenvolvida uma nova habituação organizacional.

Todavia, se o colaborador, durante o treinamento de integração, consegue mergulhar nos processos e sistemas da empresa, é mais fácil sua permanência, entregando resultados e, além de diminuir a rotatividade, se tornar mais motivado e engajado.

Integração de equipes

Um treinamento de integração bem elaborado vai propiciar uma integração mais rápida do novo funcionário com a sua equipe de trabalho direta, o que favorece o clima organizacional e o bom relacionamento entre as pessoas.

Redução de custos

Como uma das consequências da retenção de talentos (derivada do treinamento de integração), podemos citar a redução dos custos com a rotatividade excessiva de funcionários nos quadros da empresa.

Resumindo, quanto mais adaptados e felizes os funcionários estiverem, menor será a rotatividade, menor serão os custos derivados disso e maior será as vantagens da empresa.

Treinamento de integração: direitos e deveres

Os treinamentos de integração apresentam diversos fatores relacionados a direitos e deveres, tanto por parte do funcionário quanto da organização, e abordam os mais diversos assuntos.

Além disso, uma vez que as apresentações dos colegas e gestores tenham sido feitas é chegada a hora de detalhar para o colaborador quais são os seus direitos e seus deveres.

Essa etapa é fundamental para a inserção de qualquer pessoa na empresa, por isso, não pode ser ignorada já que os direitos do colaborador, em geral, servem para motivá-lo e os deveres empresariais, servem para nortear toda a sua conduta no ambiente de trabalho, tais como: prazos, metas, tarefas, etc.

Sendo assim, para auxiliar neste processo, é de extrema importância, ter um manual escrito acerca dessas diretrizes e normas, assim como conferir com o funcionário se tudo foi devidamente compreendido por ele, afinal de contas, mal entendidos podem gerar muitos problemas no futuro.

Afinal, quem faz o treinamento de integração?

O treinamento de integração é realizado pela empresa e pelo próprio colaborador, em uma relação mútua.

Ou seja, a equipe de RH e os gestores de pessoas precisam fazer com que todo o processo de integração dos novos colaboradores seja simples e a comunicação clara.

E para isso, é necessário levar em consideração que o novo emprego é o início de uma nova etapa na vida do colaborador e, por isso, um passo muito importante para seu desenvolvimento pessoal.

Sendo assim, o mesmo precisa dedicar-se, para enfim, fazer parte da empresa.

Treinamento de Integração x E-learning

É importante observar que, não é a todo momento que os gestores ou colaboradores podem estar disponíveis para a preparação e realização de um Treinamento de Integração.

Para casos como esse, existe uma solução, com apoio tecnológico, que nada mais é do que a utilização do e-learning. O treinamento de novos colaboradores, bem como diversos cursos corporativos existentes, pode ser aplicado no formato EAD, através da Universidade Corporativa da empresa.

Assim, a capacitação dos colaboradores pode ser feita independente do lugar onde estejam. Essa autonomia permite que o colaborador monte os melhores horários para concluir seu treinamento sem que nenhuma das suas demais atividades sejam comprometidas.

Outra vantagem desse processo é que durante o processo de ensino e aprendizagem, não existem custos extras para a empresa e o tempo de todos acaba sendo otimizado, pois nenhum funcionário precisará ser cedido para elaborar e aplicar o treinamento de integração.

Conclusão

Agora que você já conhece a importância e os benefícios do treinamento de integração, é hora de investir em uma capacitação de qualidade para recepcionar os novos talentos na sua empresa o quanto antes! Assim, o colaborador não precisa perder tempo em retrabalho por ter começado suas atividades antes de ter vivenciado a integração!

Treinamento de Integração pelo GameUp

No SmartZap da Keeps, o processo de Onboarding e os Treinamentos de Integração começa antes mesmo do primeiro dia na empresa. Ofereça capacitação à qualquer hora e em qualquer lugar, com alto índice de engajamento, uso e aprendizado.

Através de pílulas de conhecimento, o SmartZap é utilizado para atender as necessidades de capacitação de cada empresa, desde o momento da contratação. Essas demandas são transformadas em um formato micro de aprendizagem, entregando conteúdos curtos e concisos, essenciais para que o colaborador inicie sua jornada na organização entendendo sobre seu funcionamento.

Além disso, você Gestor têm acesso aos resultados, pois todas as ações são medidas e controladas através do Learning Analytics, com a produção de gráficos e relatórios em tempo real.

Faça um teste grátis e acelere o processo de Onboarding dos colaboradores.

Perguntas frequentes sobre Treinamento de Integração:

Qual a função de um Treinamento de Integração?

O Treinamento de Integração existe para que o colaborador recém-contratado pela empresa se adeque ao novo ambiente organizacional, de modo que seja capaz de compreender como os sistemas internos funcionam e o que deve ser somado ou anulado diante das suas funções. Além disso, é essencial que o colaborador entenda sobre os valores e a cultura da empresa, mantendo o clima organizacional harmônico e positivo.

Quais as vantagens de realizar um Treinamento de Integração?

Implementar um Treinamento de Integração traz uma série de benefícios, por exemplo:
– apurar os métodos de análise de competitividade, entendendo por onde a empresa caminha e para onde pretende ir;
– harmonizar o clima organizacional, por poder entender como a empresa atua em relação aos seus colaboradores e ao mercado;
– aprimorar os resultados e a produtividade;
– menos turnover, menos custos, o que resulta em colaboradores mais entusiasmados e produtivos.

Jaya Viana
Redatora, escritora e especialista em Produção em Jornalismo Digital pela PUC Minas. Hoje atuando como Analista de Conteúdo e SEO na Keeps, sendo ainda entusiasta das temáticas sobre RH e T&D, bem como demais conteúdos voltados para a Educação Corporativa.
Continue sua pesquisa
Pesquisar

Está com alguma dúvida? ENTRE EM CONTATO COM A GENTE!

Relacionados

Converse com nossos especialistas

Descubra como nossa plataforma pode transformar sua equipe e impulsionar o crescimento da sua empresa. Agende agora uma demonstração exclusiva e veja como podemos lhe ajudar: