keeps logo
Desenvolvendo e impulsionando conhecimento

Como montar um Programa de Treinamento e Desenvolvimento

Início » T&D » Como montar um Programa de Treinamento e Desenvolvimento

Você, que atua com RH ou T&D, sabe que a realidade do cotidiano de trabalho muitas vezes se apresenta com demandas que precisam ser prontamente atendidas. Então você já deve ter visto várias vezes o quanto isso dificulta o planejamento e execução das ações de Educação Corporativa e, por consequência, a obtenção dos resultados esperados. É nesse caminho que entra o programa de treinamento e desenvolvimento.

Mas como fazer para que esse programa seja implementado e se torne parte eficaz da sua rotina na empresa? Vamos te contar, basta você continuar lendo!

Tipos de programa de T&D

Antes de falarmos sobre como montar um programa de treinamento, vamos antes analisar quais os meios através dos quais podem ser elaborados programas de treinamento e desenvolvimento (T&D):

Formação

Um programa de treinamento e desenvolvimento voltado para formação foca em preparar o colaborador para exercer sua profissão.

Aqui ocorre a qualificação profissional, imediata ou a longo prazo, através de um programa de formação elaborado dentro da empresa.

Desenvolvimento

Esse é um programa de treinamento e desenvolvimento que pode ser realizado pela própria empresa ou por outras empresas contratadas.

O foco é que o colaborador desenvolva habilidades e aperfeiçoe as demais, sempre buscando assumir novos degraus na carreira e execução de funções que podem ser ainda mais complexas. Pode ocorrer a médio e longo prazo.

Treinamento

Neste tipo de programa de programa de treinamento e desenvolvimento, o colaborador é treinado para executar um cargo ou atividade específicos.

Que tal um exemplo? Podemos utilizar os Treinamentos de Segurança no Trabalho (NRs), que devem ocorrer na unidade de trabalho ou em local próprio, de forma restrita e periódica.

Esse tipo de treinamento, então, é realizado a curto prazo dentro de um cargo em andamento.

Qual a importância de um programa de T&D?

Você já deve ter analisado e entendido que, realizados os programas de treinamento e desenvolvimento, existe uma expectativa de maior lucratividade da corporação, pois o colaborador capacitado e contributivo transforma-se também em âmbitos pessoais.

De fato, sabemos, o sucesso da empresa e do profissional caminham de mãos dadas. Organizações que pensam em seus colaboradores e promovem estudos, workshops, palestras etc., tendem a alcançar maiores desenvolvimentos.

Treinamento e desenvolvimento caminham juntos e são da maior importância quanto ao aprendizado, reciclagem e aprimoramento dentro de uma organização empresarial.

Essa é uma excelente forma de fazer a gestão de talentos, a integração de times através de práticas de job rotation e muito mais.

Como implementar um programa de treinamento

Como elaborar um programa de Treinamento e Desenvolvimento?

Agora que já sabemos os principais tipos de programa de treinamento e desenvolvimento, bem como sua importância, vamos falar sobre a implementação de um programa de T&D. Como fazer um programa de treinamento e desenvolvimento?

Esse processo acontece através das seguintes etapas:

Identifique as necessidades de treinamento

Faça um diagnóstico de quais são as skills e competências a serem desenvolvidas para que os colaboradores evoluam em suas funções.

Esse diagnóstico pode ser realizado através de questionários, feedbacks dos gestores, avaliações de desempenho etc.

Defina objetivos claros

Quanto mais específicos forem os objetivos do seu programa de treinamento e desenvolvimento, mais eficazes serão os resultados.

Procure sempre entender se as metas estão de acordo com a estratégia geral da empresa e se são passíveis de ser mensuradas.

Personalize o treinamento

Do que cada colaborador necessita individualmente? Procure saber isso para adaptar o seu treinamento e capacitação de colaboradores conforme essas demandas.

Isso porque os colaboradores não apresentaram o mesmo gap, ou seja, com programas exclusivos e personalizados, tudo será mais eficiente.

Escolha as metodologias adequadas

Procure diversificar nos seus métodos, apostando em treinamentos online, presenciais, mentorias etc.

Quando investimos em abordagens variadas, apostando nas melhores técnicas de treinamento, todo o processo de ensino inevitavelmente acaba sendo mais motivador e engajador.

Desenvolva conteúdo relevante

O conteúdo do seu treinamento corporativo está atualizado? O tema é importante? Seus colaboradores serão atendidos diante da proposta a ser aplicada?

Não esqueça de utilizar, o tempo todo, exemplos que conversem com casos reais, de modo que todo o conteúdo repassado seja ilustrado.

Promova a participação ativa

Quando os colaboradores participam ativamente do treino, seja através de estudos de caso e demais atividades práticas, o aprendizado é mais leve, reforçado e estimula a troca de experiências.

Avalie o progresso e resultados

Utilize métricas definidas para tanto. De que forma? Programas práticos, avaliações de treinamento, de desempenho etc.

Desse modo, você conseguirá analisar os resultados e saber o nível de eficiência do seu treinamento, onde precisa melhorar e o que deve ser mantido.

Ofereça suporte contínuo durante o programa de treinamento

O lifelong learning deve ser estimulado, ou seja, a empresa precisa sempre viabilizar a aprendizagem, possibilitando o acesso a diversas formas de treinamento, como plataformas digitais com conteúdos que sejam validados para atualização constante, por exemplo.

Encoraje uma cultura de aprendizado no seu programa de treinamento

Se sua organização estimula o lifelong learning, conforme citamos acima, seus programas de treinamento e desenvolvimento estarão sempre caminhando para o sucesso.

Elabore um cronograma de treinamento, motive seus colaboradores constantemente, estimulando a troca e a busca de novas oportunidades de evolução, seja na empresa ou até mesmo fora.

Avalie e adapte o programa de treinamento

Sempre revise o seu programa de treinamento e desenvolvimento, pois é dessa forma que você saberá implementar mudanças e porque investir em treinamentos.

Portanto, receba sempre os feedbacks dos seus colaboradores com atenção e saiba fazer um proveito sempre positivos diante das informações levantadas.

Procure avaliar tudo através de indicadores de satisfação, monitoramento de taxas de adesão, testes de desempenho etc. — tudo com o intuito de saber o que foi aprendido com o treinamento, se os resultados saíram de acordo com o esperado e se houve retorno em cima do investimento inicial.

Todo o processo de elaboração de um programa de T&D deve ser ininterrupto, afinal, é necessário a renovação do aprendizado dos colaboradores e treinamento instantâneo sempre que um novo profissional é contratado ou muda de cargo dentro da carreira inaugural.

O que é um programa de treinamento?

Vantagens de ter um programa de treinamento e desenvolvimento

Sabendo o que são os programas de treinamento e desenvolvimento e como aplicá-los na sua empresa de maneira adequada, nada mais justo que saber quais são seus benefícios, certo?

Para tirar essa dúvida, montamos uma lista com as principais vantagens advindas de um bom programa de T&D nas empresas, confira!

Diferencial competitivo

Quando a empresa investe em um programa de treinamento e desenvolvimento, estará investindo diretamente nos planos de carreira e nos planos de sucessão. Ou seja: nos seus colaboradores.

Na maioria dos casos, o resultado é direto: aumento na produtividade e na competitividade.

Porém, não é algo imediato, depende (e muito!) da qualidade das capacitações e dos treinamentos disponibilizados.

Tendo em vista que a empresa depende da expertise dos seus colaboradores, é importante ter em mãos ferramentas de ponta. E nós temos as ferramentas mais atuais do mercado para te auxiliar no desenvolvimento de sua solução!

Capacitação dos colaboradores

A equipe de T&D é responsável por preparar e treinar os colaboradores para desempenhar suas funções com a maior eficácia possível.

Como o mundo está em constante mudança, as empresas devem capacitar e desenvolver seus colaboradores de maneira gradual e constante. Isso tornará a empresa mais resiliente e resistente no médio e longo prazo.

Aumento da qualidade do serviço

Colaboradores capacitados cometem menos erros, concorda?

Quando são submetidos a capacitações e treinamentos, desenvolvem suas hard e soft skills, refletindo diretamente na qualidade dos serviços e dos produtos.

Otimização do tempo

Por aprimorarem suas competências técnicas e comportamentais, os colaboradores enfrentarão os desafios diários com mais agilidade, otimizando o tempo.

Melhoria do entrosamento da equipe

Através do desenvolvimento das competências comportamentais, os colaboradores não terão problemas no quesito comunicação empresarial.

Após o programa de treinamento e desenvolvimento, o entrosamento entre as equipes aumentará, assim como a troca de informações e conhecimento.

Formação de um clima organizacional mais saudável

Como bem sabemos, um bom clima organizacional é um diferencial e tanto quando o assunto é engajamento e retenção de talentos, não é?

Pois saiba que os elementos da cultura organizacional (como as boas práticas e os valores da empresa) podem ser passados aos colaboradores através dos treinamentos!

Os programas de treinamento e desenvolvimento são essenciais para a criação e para o fomento de um bom clima organizacional. Por isso, leve essa dica em conta durante o período de planejamento.

Os exemplos são diversos, os treinamentos possibilitam que os colaboradores entendam quais são os comportamentos esperados e valorizados pela sua empresa.

Com isso, fica mais fácil evitar conflitos, discussões e fofocas no ambiente de trabalho, concorda?

Aproximação dos objetivos estratégicos

Que os programas de treinamento e desenvolvimento aprimoram o desempenho dos colaboradores, não há dúvidas.

Por esse motivo, quando falamos de realização de metas e objetivos, os programas de T&D são essenciais.

Redução da rotatividade dos colaboradores

Somando todas as vantagens citadas, haverá uma redução expressiva da rotatividade dos colaboradores, mas por que isso ocorre?

Dado o desenvolvimento e o crescimento profissional dos colaboradores, muitas oportunidades surgirão dentro da empresa.

Isso, é claro, dependendo do plano de sucessão e do plano de carreira.

Dificuldades que podem surgir no programa de treinamento e desenvolvimento

Como toda e qualquer estratégia empresarial, os programas de treinamento e desenvolvimento trazem consigo diversos desafios.

Para te ajudar a enfrentá-los, listamos quais são os mais comuns e como solucioná-los, espia só!

Dificuldade em vincular o programa de treinamento e desenvolvimento às estratégias da empresa

Não é novidade que o programa de T&D deve conversar com as estratégias da empresa, afinal de contas, as capacitações nada mais são que uma forma de aproximar as estratégias da realidade.

Para evitar esse problema, tenha certeza de que seus investimentos serão aplicados nos melhores treinamentos e nas melhores ferramentas do mercado.

Mas seja esperto: fique atento à realidade e às demandas da sua empresa.

Dificuldade em mensurar os resultados do programa de treinamento e desenvolvimento

Pela nossa experiência, sabemos que muitos profissionais de T&D gastam um bocado de tempo desenvolvendo formas de demonstrar os resultados dos treinamentos e o retorno sobre o investimento.

Através da nossa plataforma LXP de capacitação, você consegue desenvolver uma análise bastante detalhada das performances dos colaboradores durante, antes e após os treinamentos.

Utilizando nossa ferramenta Learning Analytics, combinada aos cursos ou trilhas de aprendizagem da plataforma, os responsáveis pelo T&D poderão filtrar e criar medidas específicas dos resultados, gerar relatórios completos de forma automática e acompanhar em tempo real as análises do consumo e da performance dos seus colaboradores.

Então procure as ferramentas mais adequadas à realidade e as necessidades da sua empresa, tendo em mente a disponibilidade de recursos para investir. Nós estamos aqui para ajudá-lo no que for preciso!

Tempo e deslocamento durante o programa de treinamento

Como em qualquer outra área empresarial, os desafios da transformação digital tomam o tempo e a cabeça das equipes de T&D.

Problemas de deslocamento e disponibilidade estão cada vez mais presentes em nessas rotinas, como imagino que seja a sua.

Por isso, um bom ecossistema digital, como a plataforma LXP da Keeps, deve ser utilizado para a criação e desenvolvimento de treinamentos, pois acaba sendo essencial para o bom andamento do programa de treinamento e desenvolvimento. 

Saiba que os treinamentos digitais podem potencializar o engajamento e a motivação dos colaboradores durante os treinamentos, ponto importante para que o programa de treinamento e desenvolvimento seja um sucesso!

Além disso, oferecem a melhor jornada de aprendizado possível para cada colaborador, dentro da trilha de aprendizado comum. Busque por opções personalizáveis, amigáveis e simples.

Vem pra Keeps!

Nós temos a solução para facilitar todos os seus futuros programas de treinamento e desenvolvimento! Clique aqui e conheça o Konquest, nossa plataforma LXP de capacitação, desenvolvida pensando no sucesso da sua empresa e dos seus colaboradores.

Não perca tempo, utilize a melhor ferramenta disponível no mercado!

Perguntas frequentes sobre Programa de Treinamento:

Quais são os tipos de Programas de Treinamento?

Formação: quando a empresa desenvolve um programa que prepara o colaborador para exercer sua função, seja a longo ou curto prazo.
Desenvolvimento: visa desenvolver as qualidades do colaborador, aperfeiçoando-as. É realizado pela empresa ou por contratação externa. O objetivo é que o colaborador consiga alavancar na carreira.
Treinamento: no programa de treinamento o colaborador é capacitado a curto prazo para atua dentro daquela função que ocupa ou irá ocupar.

Como implementar um Programa de Treinamento na sua empresa?

Para que o Programa de Treinamento funcione, deve passar por 4 etapas:
1. Diagnóstico: é o momento de entender e avaliar o que a empresa e os colaboradores precisam para que sejam preenchidas as lacunas existentes.
2. Planejamento: é a fase de definição de como o programa será realizado. São levantados: orçamento, formato, duração, modalidade etc.
3. Execução: com tudo mapeado, chega a etapa de apresentação do Programa de Treinamento, organizando os materiais a serem utilizados, as metodologias a serem aplicadas e como os colaboradores atuarão.
4. Avaliação: é o momento de verificação final, analisando o que foi eficaz e o que precisa de melhoria dentro do Programa.

Jaya Viana
Redatora, escritora e especialista em Produção em Jornalismo Digital pela PUC Minas. Hoje atuando como Analista de Conteúdo e SEO na Keeps, sendo ainda entusiasta das temáticas sobre RH e T&D, bem como demais conteúdos voltados para a Educação Corporativa.
Continue sua pesquisa
Pesquisar

Está com alguma dúvida? ENTRE EM CONTATO COM A GENTE!

Relacionados

Converse com nossos especialistas

Descubra como nossa plataforma pode transformar sua equipe e impulsionar o crescimento da sua empresa. Agende agora uma demonstração exclusiva e veja como podemos lhe ajudar: