Entre em contato: +55 (48) 99169-2112

Programa de Treinamento e Desenvolvimento: como implementar na sua empresa

 Por: |  Publicado em 13/07/2021 |  Atualizado em 07/10/2021 |  Tempo de leitura 5 minutos

Como implementar um programa de treinamento

Atualmente, um bom programa de treinamento é cada vez mais fundamental, para que se obtenha êxito no processo de capacitação dos colaboradores de uma empresa. Pode parecer óbvio, mas quem atua na área sabe que a realidade, muitas vezes, se apresenta com demandas imediatas, que precisam ser prontamente atendidas.

Isto dificulta o planejamento e execução das ações de Educação Corporativa e, por consequência, a obtenção dos resultados esperados.

Quebrar esse círculo vicioso requer planejamento estratégico enquanto prática corporativa de rotina, também na área de T&D e RH, na elaboração dos programas de treinamento. Bem como já ocorre normalmente em gerências comerciais e outros setores corporativos.

A seguir explanaremos com maiores detalhes e daremos dicas de como implementar um programa de treinamento eficiente na sua empresa.

Boa leitura!

O que é treinamento e desenvolvimento (T&D)?

Treinamento e desenvolvimento é uma prática de capacitação empresarial que visa fazer prosperar os conhecimentos, habilidades e atitudes do colaborador. Treinamento é a preparação do colaborador para executar suas funções. Desenvolvimento é um conjunto de práticas que, a longo prazo, ajudam a acelerar o desempenho e as habilidades do profissional.

Tipos de programa de treinamento

A elaboração de um programa de treinamento e desenvolvimento (T&D) pode ocorrer das seguintes maneiras:

— Formação: objetiva preparar o usuário para o exercício de sua profissão. É quando ocorre a qualificação profissional, imediata ou a longo prazo, através de um programa de formação elaborado dentro da empresa.

— Desenvolvimento: pode ser realizado pela própria empresa ou por outras empresas contratadas para um determinado fim. Aqui, o foco é que o colaborador desenvolva habilidades e aperfeiçoe as demais, sempre buscando assumir novos degraus na carreira e execução de funções que podem ser ainda mais complexas. Pode ocorrer a médio e longo prazo.

— Treinamento: neste tipo de programa, o colaborador é treinado para executar um cargo ou atividade específicos. Deve ocorrer na unidade de trabalho ou em local próprio, de forma restrita e imediata. É realizado a curto prazo dentro de um cargo em andamento.

Qual a importância de um programa de treinamento?

Para além da expectativa de maior lucratividade da corporação, através da implementação de um programa de treinamento, o colaborador capacitado e contributivo transforma-se também em âmbitos pessoais. Desta forma, o sucesso da empresa e do profissional caminham de mãos dadas. Organizações que pensam em seus colaboradores e promovem estudos, workshops, palestras etc., tendem a alcançar maiores desenvolvimentos.

Treinamento e desenvolvimento caminham juntos e são da maior importância quanto ao aprendizado, reciclagem e aprimoramento dentro de uma organização empresarial.

Como elaborar um programa de treinamento?

O que é um programa de treinamento?

O processo de elaboração é geralmente composto por quatro etapas:

Diagnóstico

Nesta etapa procuramos conhecer as principais necessidades da empresa e dos colaboradores e identificando os possíveis gaps de competência. Podemos, por exemplo, inserir uma pesquisa para visualização de possíveis falhas nos processos organizacionais. Esse levantamento é importante, pois através dele saberemos mensurar as metas e objetivos empresariais.

Após o planejamento, o foco é no programa de treinamento em caráter de desenvolvimento, o que não abarca as demandas sobre gestão do conhecimento, logística etc. A atenção é quanto ao entendimento dos resultados esperados. O treinamento, nesta etapa, entrega o desenvolvimento com todo o suporte e precisão.

Planejamento

Nesta fase definimos o alvo do treinamento. Determinamos o formato (curso, palestras etc.), a duração, o orçamento, se será feito presencialmente ou à distância, se será instruído por um colaborador da empresa ou terceirizado, entre demais pontos de análise. Procuramos contemplar os gaps inicialmente identificados e superar as dificuldades apontadas.

Orquestramos todo o esqueleto do treinamento e às definições realizadas a partir daqui direcionarão a forma de absorção do conteúdo e o valor a ser investido.

Execução

Realizados planejamento e estruturação, chega a etapa de colocar em prática a elaboração. Existe uma estimativa de erros e acertos que só ocorrem no momento em que o programa acontece, daí a importância deste estágio. O instrutor, nesta fase, divulga o programa, podendo aplicar metodologia ativas de aprendizagem, produz os materiais e divide as tarefas entre os colaboradores. Toda a produção é feita com base na metodologia a ser aplicada. Assim, caso a opção seja por um treinamento à distância, o material deve ser digital etc.

Avaliação

Na avaliação de treinamentos fazemos a verificação do que foi positivo e do que não foi durante a execução. Os problemas que não forem informados neste momento, serão de difícil detecção posterior, o que pode fazer com o que o seu T&D seja ineficiente. Avalia-se através de indicadores de satisfação, monitoramento de taxas de adesão, testes de desempenho etc. — tudo com o intuito de saber o que foi aprendido com o treinamento, se os resultados saíram de acordo com o esperado e se houve retorno em cima do investimento inicial.

Todo o processo de elaboração de um programa de T&D deve ser ininterrupto, afinal, é necessário a renovação do aprendizado dos colaboradores e treinamento instantâneo sempre que um novo profissional é contratado ou muda de cargo dentro da carreira inaugural.

Quais os benefícios de um programa de treinamento?

Agora que você já sabe como aplicar um programa de treinamento na sua empresa, saiba algumas de suas maiores vantagens.

  • A corporação ganha um diferencial competitivo, sendo destaque no mercado ao ser comparada com outras organizações;
  • Os colaboradores são melhor instruídos e apresentam de modo mais fluido suas capacidades e habilidades; menos erros são cometidos na execução de tarefas;
  • O tempo é melhor aproveitado, uma vez que o trabalho é otimizado para o cumprimento das atividades demandadas;
  • Os colaboradores passam a reunir esforços para auxiliarem uns aos outros; o clima organizacional passa a ser mais colaborativo e agradável;
  • Reduz a rotatividade de profissionais etc.

Assim, os programas de T&D são cada vez mais essenciais para as organizações e estão sob crescente investimento no ambiente corporativo.

Venha conhecer nossas soluções.

Relacionados

Deixe o seu contato para a nossa newsletter!

Deixe o seu contato para a nossa newsletter!

Todo mês temos um conteúdo exclusivo para você.

Muito obrigado!

×