Ownership: desperte a atitude de dono

Início » RH » Ownership: desperte a atitude de dono

Entenda porquê sua empresa deve contar com colaboradores que atuem entregando um ownership e aumentando sua capacidade competitiva.

O que é Ownership?

O que é Ownership?
atitude de dono 
atitude de dona

Ownership, palavra em inglês que significa propriedade, posse ou domínio, na cultura empresarial passou a ser conhecida como atitude de dono.

O sentimento de dono impacta diretamente nas atitudes dos colaboradores, que passam a ter um raciocínio particularizado, com anseios de que a organização se desenvolva e aperfeiçoe.

A partir do momento em que os colaboradores assumem o espírito de dono, tornam-se capazes de dirigir suas tarefas com maior comprometimento, entregando resultados acima da média.

Colaboradores com percepção de ownership tomam para si as responsabilidades, assumem metas e desenvolvem todas essas condutas a despeito do cargo em que atuam hierarquicamente.

Características do Ownership

Possuindo este sentimento de posse, os colaboradores passam a agir como se de fato fossem donos da empresa, entregando todas as atitudes típicas de um proprietário, quais sejam:

  • proatividade: antecipando situações e estando a frente de possíveis problemas;
  • maior enfoque nos resultados;
  • flexibilidade: conseguem adaptar-se com agilidade para cumprir as finalidades propostas pela organização;
  • fidelidade e comunicabilidade com a marca;
  • comunicação e desenvolvimento das habilidades de escuta ativa;
  • atenção redobrada às questões dos clientes e como solucioná-las mais rapidamente;
  • disponibilidade para realizar todas as tarefas com maior entusiasmo.

Qual a diferença entre Ownership e accountability?

Accountability é um termo que vem do inglês e pode ser traduzido como responsabilidade.

A responsabilidade, por sua vez, pode gerar inquietação e tensão nos colaboradores, uma vez que surgem acompanhadas de normas, obrigações e estruturas hierárquicas.

O accountability é determinado ao colaborador, pelo gestor, de modo unilateral, sendo muitas vezes considerado um incômodo.

Um colaborador com excesso de responsabilidade cumpre suas tarefas no intuito de não receber sanções do seu superior hierárquico, deixando de lado as expectativas pelo resultado positivo.

Dentro dessa situação de pressão e cobranças, o colaborador pode acabar deixando de lado as possíveis crises enfrentadas pela organização, bem como omitir noções negativas das quais tenha conhecimento.

Já o ownership é uma atitude que incentiva a equipe. São as metas, o convívio e as propostas compartilhadas.

O ownership faz parte do caráter do colaborador, que é capaz de enxergar a totalidade da organização e representá-la no intuito de elevar os ganhos coletivos.

Colaboradores que desenvolvem a atitude de dono visam a evolução do negócio em sua totalidade e operam em grupos, de modo dinâmico e eficaz, visando ampliar os indicadores da organização.

Obviamente alguns colaboradores já chegam na empresa portando esse espírito de dono, mas atualmente é necessário que essa atitude seja despertada. A organização que conta com o ownership entre seus colaboradores deve contar com uma política inclusiva e não-hierárquica.

Como implantar o ownership?

Diante de todas as especificações acima, saiba agora como implantar o ownership na sua organização.

Como implantar o ownership?

Elabore um plano e desenvolva um ambiente satisfatório

Sem que haja uma programação é impossível que se implante a atitude de ownership na sua organização. Os gestores devem reunir-se e estruturar seus projetos, especificando regras, períodos de conclusão e colaboradores participantes.

É importante também que haja um ambiente que possibilite a aplicação do ownership, estimulando o comprometimento e a inovação.

O clima organizacional é essencial para o desenvolvimento dos colaboradores com espírito de ownership, uma vez que muitas corporações querem profissionais com estas características mas nem sempre entregam uma ambientação adequada para tanto.

Contrate bons profissionais

No momento da contratação dos colaboradores, o recrutamento deve se atentar a alguns detalhes essenciais, como por exemplo:

  • entregar todos os detalhes referentes ao cargo e suas prerrogativas;
  • estudar com minúcia o perfil do candidato, dando ênfase a suas particularidades, tais como competências, princípios, fundamentos, opiniões etc.;
  • selecionar um recrutador devidamente capacitado para realizar a seleção;
  • ter acesso a instrumentos que possibilitem serem realizadas pesquisas comportamentais com foco na conclusão de etapas assertivas;
  • aplicar pesquisas comportamentais para validação do processo como um todo.

Dê atenção ao feedback

Utilizar-se de instrumentos como avaliação de desempenhos e demais meios de feedback é essencial.

Os colaboradores necessitam de retorno quanto às suas produções para que então saibam onde melhorar e o que está sendo entregue com eficácia até então.

Diante desse retorno, são estruturadas estratégias individualizadas onde cada colaborador saberá onde aplicar as melhorias de modo a influenciarem sua própria carreira.

Crie um projeto de remuneração chamativo

É essencial que haja salários e benefícios adequados às competências do colaborador selecionado e contratado pela organização.

Deve ser montado um plano de carreira próspero e conhecido por todos os colaboradores, posto que, analisando e tendo acesso às possibilidades de evolução dentro da corporação, aumentam o nível de comprometimento no intuito de alcançarem seus objetivos. Quando essa possibilidade é real, se cria na cultura da empresa uma espécie de moonshot thinking, onde grandes objetivos passam a ser alcançados.

Foque na comunicação

A comunicação organizacional é um dos passos mais importante na aplicação da atitude ownership.

Fazer reuniões, alimentar os demais canais de comunicação interna existentes e criar novos caso seja necessário, entregar informativos periodicamente e sempre horizontalizar as informações.

Aliás, no Go Learning você encontra um Curso de Técnicas de Comunicação, criado pela Designer Instrucional da Keeps, Paula Soldi.

Inscreva-se no Go Learning e faça parte da Universidade Corporativa da Keeps.

É simples, é grátis, é LXP.

Sobre Ownership, as pessoas também perguntam:

O que é Ownership de uma empresa?

Ownership é um em inglês que, traduzido literalmente, significa “propriedade”. Dentro da empresa, significa a reunião de táticas que auxiliam os colaboradores a despertarem uma “atitude de dono”. Dessa forma, ao final, toda a equipe terá em sua composição indivíduos que permanecem entusiasmados e realizados com suas performances e desempenhos.

Como desenvolver o Ownership na sua empresa?

Para implementar um Ownership na sua empresa, siga os seguintes passos:

1. Desenvolva um projeto e crie um ambiente satisfatório.
2. Faça um processo de seleção e recrutamento que traga bons colaboradores.
3. Valorize os feedbacks.
4. Desenvolva um projeto remunerativo de destaque.
5. Valorize a comunicabilidade.

Jaya Viana
Redatora, escritora e especialista em Produção em Jornalismo Digital pela PUC Minas. Hoje atuando como Analista de Conteúdo e SEO na Keeps, sendo ainda entusiasta das temáticas sobre RH e T&D, bem como demais conteúdos voltados para a Educação Corporativa.
Continue sua pesquisa
Pesquisar

Está com alguma dúvida? ENTRE EM CONTATO COM A GENTE!

Relacionados

Converse com nossos especialistas

Descubra como nossa plataforma pode transformar sua equipe e impulsionar o crescimento da sua empresa. Agende agora uma demonstração exclusiva e veja como podemos lhe ajudar: