Como elaborar um roteiro de treinamento

Início » T&D » Como elaborar um roteiro de treinamento

Veja neste artigo informações e dicas fundamentais de como elaborar um roteiro de treinamento corporativo eficiente com aplicações simples e estratégicas para, assim, ter um bom programa de capacitação de colaboradores. Continue lendo!

O que é um roteiro para treinamento e qual a sua importância?

É através do roteiro que podemos ter um panorama do todo, visualizando de forma prática como o conteúdo será gerenciado e a estrutura de cada um dos focos do treinamento, sem contar na possibilidade de estimar a duração da capacitação.

Dessa forma, você também vai ganhar agilidade ao levantar quais recursos serão utilizados.

É por meio do roteiro de todo o material, que será possível organizar todo o conteúdo de um programa de treinamento.

As 4 práticas para um bom roteiro de treinamento corporativo

Para saber como elaborar um roteiro de treinamento corporativo bom e eficiente, é necessário basear-se em quatro práticas de capacitações empresariais.

As 4 práticas para um bom roteiro de treinamento corporativo

Reunir cases de sucesso

Os cases de sucesso são o compartilhamento de resultados corporativos de clientes específicos.

Por exemplo, a parceria entre duas empresas, com trabalhos realizados por ambas.

Portanto, ao apresentar os cases aos colaboradores, é possível recriar o cenário da parceria e analisar seus resultados, bem como apontar soluções para os problemas enfrentados na própria empresa.

Definir conteúdos de valor

Os conteúdos e materiais disponibilizados nos treinamentos corporativos devem ser de alto valor. Isso significa que precisam agregar conhecimento.

Portanto, é fundamental certificar que os assuntos abordados durante a capacitação são relevantes para cada um dos colaboradores.

Para que essa prática seja eficiente, é recomendável escolher um bom especialista em treinamentos, que será o responsável por pesquisar as necessidades de capacitação dos colaboradores e elaborar os conteúdos essenciais para suprir as lacunas.

Contar com o apoio das lideranças

Não é novidade que a liderança tem um papel essencial na elaboração do roteiro de treinamento corporativo, já que auxilia na capacitação ao indicar as lacunas de conhecimento e gerar motivação durante o programa.

Além disso, as lideranças também devem incentivar a autonomia dos colaboradores, auxiliando-os no reconhecimento de suas necessidades, para que busquem por treinamentos que os capacitem e que aprimorem suas habilidades.

Quando há um bom líder, há profissionais de excelência na organização, o que pode ser fundamental na busca por resultados.

Considerar a rotação de cargos

Por fim, podemos considerar a rotação de cargos como última etapa de como elaborar um roteiro de treinamento.

Isso é útil para que os membros da equipe conheçam o trabalho e a responsabilidade uns dos outros dentro do time, compreendendo que todos têm atuações relevantes no ecossistema da empresa.

Inclusive, essa dica de rotação de cargos é uma boa maneira de otimizar os conhecimentos e habilidades técnicas e comportamentais dos colaboradores da sua organização.

Como elaborar um roteiro de treinamento corporativo?

Existem algumas estratégias principais para que você consiga estruturar um roteiro e um programa de capacitação de sucesso. Acompanhe!

Como elaborar um roteiro de treinamento corporativo?

Descobrir as necessidades de treinamento

Antes de montar os roteiros, é fundamental descobrir quais são as necessidades da equipe que passará pelo treinamento, das quais podemos exemplificar:

  • Quais são as lacunas de conhecimento que afetam seu trabalho?
  • Quais competências devem ser fortalecidas para melhorar o desempenho de cada um?
  • No que a empresa precisa melhorar em relação aos seus funcionários?

Então, uma ferramenta ideal para fazer esse passo é o Levantamento das Necessidades de Treinamento (LNT) — que ajuda a identificar as lacunas, dificuldades e oportunidades no trabalho de cada colaborador, de forma que o RH e as lideranças possam montar estratégias assertivas para tornar a equipe mais produtiva e eficiente na empresa.

Assim o treinamento irá sanar uma necessidade real do negócio e setores, gerando bons resultados no final.

Objetivo e tema

Depois de conhecer as necessidades de treinamento dos seus colaboradores, chegou a hora de traçar o objetivo e o tema da capacitação.

Claro que, ambos os elementos são moldados a partir das lacunas de conhecimento.

Assim, é possível entregar conteúdos precisos para desenvolver e aperfeiçoar suas habilidades técnicas e comportamentais com exclusividade.

Divisão do roteiro

A próxima etapa de como elaborar um roteiro de treinamento, inclui a divisão do roteiro.

Afinal, não basta determinar o objetivo e tema para colocar em prática o treinamento corporativo.

É igualmente importante que o roteiro seja dividido em etapas para tornar a capacitação muito mais eficiente.

Portanto, considere a possibilidade de explicar aos colaboradores o motivo do treinamento, determinando as abordagens de conhecimento e também, escolha os melhores indicadores de desempenho para analisar os resultados do programa aplicado.

Duração do programa de treinamento

Uma estratégia que também deve ser considerada para ter um bom programa de treinamento corporativo, é a duração dos módulos de conhecimento.

O mais indicado para se alcançar o sucesso nos treinamentos corporativos, é investir no microlearning.

Este processo permite que o conhecimento seja dividido em etapas rápidas de ensino, o que deixa o conteúdo mais leve e fácil de ser absorvido.

Inclusive, quando integrado ao mobile learning, a capacitação pode alcançar resultados mais relevantes.

Registro do Cronograma

Ter um registro formal do cronograma do treinamento, desde sua elaboração até sua análise final, é importante para a aplicação de treinamentos futuros.

Com essa prática, é possível mensurar a efetividade das ações do programa, além de mapear pontos de melhoria para as próximas capacitações.

Aprovação do cronograma

Durante o processo de como elaborar um roteiro de treinamento, é imprescindível apresentar o cronograma do programa de treinamento corporativo aos colaboradores, porque é necessário que opinem sobre a aprendizagem e também a duração do método.

Dessa forma, é possível considerar a inclusão de novos módulos de ensino, otimizando os resultados com capacitações colaborativas.

Uma boa solução para isso são as trilhas de aprendizagem, que direcionam os colaboradores em relação aos cursos que devem ser concluídos até que a capacitação seja finalizada.

Possuir o cronograma do programa em mãos facilita a adaptação à aprendizagem, encaixando o treinamento em sua rotina diária sem que haja empecilhos.

O que evitar na construção do roteiro

Veja a seguir algumas dicas que você deve evitar na construção de um roteiro de treinamento corporativo:

  • Falta de pesquisa sobre o tema;
  • Desconhecimento do público-alvo;
  • Diálogos que não condizem com o conteúdo proposto;
  • Impossibilidade de realização na prática das indicações do roteiro;
  • Falta de objetividade;
  • 30 segundos iniciais fracos ou pouco claros;
  • Excesso de gírias;
  • Conteúdos maçantes, longos, sem nada que chame atenção;
  • Não revisar o que foi realizado;
  • Não pensar nos colaboradores na hora de fazer o conteúdo.

Contratar um profissional para lhe auxiliar com toda a montagem do roteiro pode ser fundamental para evitar falhas e entregar um treinamento eficaz.

Gostou desse conteúdo?

Se quiser saber mais sobre o assunto, a Keeps tem uma dica:

Conheça o Go Learning: a Universidade Corporativa gratuita, pensada de T&D para T&D!

Perguntas frequentes sobre como elaborar um roteiro de treinamento:

O que é um roteiro de treinamento?

Um roteiro de treinamento é um método utilizado para que seja possível visualizar como o programa de treinamento deverá ser realizado, onde cada recurso deve ser posicionado, quais conteúdos devem ser elaborados, as ferramentas a serem utilizadas, atividades a serem relacionadas etc.

Como fazer um roteiro de treinamento?

Levantar as necessidades de treinamento: uma ferramenta ideal para fazer esse passo é o Levantamento das Necessidades de Treinamento (LNT) — que ajuda a identificar as lacunas, dificuldades e oportunidades no trabalho de cada colaborador, de forma que o RH e as lideranças possam montar estratégias assertivas para tornar a equipe mais produtiva e eficiente na empresa.

Identificar o objetivo e tema: devem ser moldados a partir das lacunas de conhecimento, para então facilitar a entrega de conteúdos precisos para desenvolver e aperfeiçoar suas habilidades técnicas e comportamentais com exclusividade.

Fragmentação do roteiro
: analise a possibilidade de explicar aos colaboradores o motivo do treinamento, determinando as abordagens de conhecimento e escolha os melhores indicadores de desempenho para analisar os resultados do programa aplicado.

Período de duração do programa de treinamento: o mais indicado para se alcançar o sucesso nos treinamentos corporativos, é investir no microlearning. Este processo permite que o conhecimento seja dividido em etapas rápidas de ensino, o que deixa o conteúdo mais leve e fácil de ser absorvido.

Registro do Cronograma: manter um registro é importante para a aplicação de treinamentos futuros, pois ajuda a mensurar a efetividade das ações do programa, além de mapear pontos de melhoria para as próximas capacitações.

Aprovação do cronograma: possuir o cronograma do programa em mãos facilita a adaptação à aprendizagem, encaixando o treinamento em sua rotina diária sem que haja empecilhos.

Lilian Pamela
Possui formação em Gestão de Recursos Humanos, responsável pelo RH da Keeps, atuando como Analista de Recursos Humanos, Gestão de Pessoas e Desenvolvimento Humano e Organizacional. Entusiasta de temáticas e aplicações sobre T&D.
Continue sua pesquisa
Pesquisar

Está com alguma dúvida? ENTRE EM CONTATO COM A GENTE!

Relacionados